Vice assume cargo de prefeita foragida no Maranhão






A vice-prefeita, Malrinete Gralhada (PMDB), tomou posse do cargo de prefeita, na manhã desta sexta-feira (28), no Fórum de Bom Jardim (MA), pelo juiz titular da 2ª Vara da Comarca Cristóvão Sousa Barros. A cidade estava sem gestor desde que a prefeita Lidiane Leite da Silva, de 25 anos, fugiu após ter a prisão decretada pela "Operação Éden", da Polícia Federal.



A posse deveria ter sido realizada pela Câmara de Vereadores, mas o presidente da casa não estava na cidade.
A justiça já havia concedido mandado de segurançadeterminando que a vice assumisse imediatamente a prefeitura, na quinta-feira (27).

O advogado Carlos Sérgio de Carvalho informou, nesta sexta-feira, que se desligou do caso, de acordo com nota enviada ao G1 pelo escritório de advocacia C. S. C. B. Advogados Associados. Ele havia assumido a defesa na segunda-feira (24).

Desvios da educação
O caso de desvios em Bom Jardim ganhou repercussão nacional após uma reportagem exibida no telejornal Bom Dia Brasil mostrando a precariedade das escolas no município. A TV Globo obteve com exclusividade acesso a documentos da investigação de supostos desvios de recursos públicos da merenda escolar e da reforma de escolas.


No dia 20 de agosto, foram cumpridos mandados de busca e apreensão e prisão de suspeitos por desvios de verbas da educação referentes à merenda escolar e à reforma de escolas.




Na ocasião, foram presos os ex-secretários de Agricultura, Antônio Gomes da Silva, conhecido como "Antônio Cesarino", e de Assuntos Políticos, Humberto Dantas dos Santos, conhecido como Beto Rocha, que seria namorado da prefeita.


Lidiane, que também tem um mandado de prisão preventiva em aberto, está foragida desde então. O nome dela foi incluído na lista vermelha de Interpol, que busca foragidos em todo o mundo.


Na última quarta-feira (26), a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Maria Thereza de Assis Moura, negou o pedido de habeas corpus da prefeita. Se Lidiane Leite não se apresentar até o próximo domingo (30) à Polícia Federal, ela pode perder seu mandato na prefeitura de Bom Jardim.

Prefeita Lidiane Leite acompanhada do então
namorado Beto Rocha (Foto: Arquivo pessoal)

Luxo
Antes de se tornar prefeita, Lidiane teve uma vida humilde e vendia leite na porta da casa da mãe, em Bom Jardim. Ela assumiu se candidatou à prefeita depois que o namorado Beto Rocha teve a candidatura impugnada e acabou eleita.

Após assumir o cargo, começou a ostentar luxo na internet. A rotina de viagens, festas, roupas caras, veículos e passeios de luxo é incompatível com o salário de pouco mais de R$ 12 mil que Lidiane recebia como prefeita.
"Eu compro é que eu quiser. Gasto sim com o que eu quero. Tô nem aí pra o que achem. Beijinho no ombro pros recalcados", comenta a prefeita na internet. Em outro post, ela diz: "Devia era comprar um carro mais luxuoso pq graças a Deus o dinheiro ta sobrando (sic)".

Prefeita de Bom Jardim (MA) ostentava boa vida nas redes sociais (Foto: Reprodução/TV Mirante)


G1MA

Um comentário:

TV METROPOLITANA 58 E TV ALTERNATIVA 35

Participe de nossa programação envie sua sugestão de pauta ou denuncia para 98 981913020 Whatsapp.