Prazo para multa de extintor antigo deve ser adiado em mais 90 dias



Ministério das Cidades encaminhou pedido ao Denatran.
Obrigatoriedade do extintor ABC deveria começar em 1º de abril.


Após o adiamento da exigência do uso dos extintores do tipo ABC em veículos no início do ano, o Ministério das Cidades informou que o prazo para a cobrança de multas deve ganhar mais 90 dias para seu início. Novo pedido já foi encaminhado ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) pelo ministro, Gilberto Kassab.

De acordo com o ministério, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicará uma nova resolução que revogará o último prazo, previsto para começar em 1º de abril e ainda não foi definida uma nova data para seu início. O motivo do pedido foi a dificuldade enfrentada por consumidores para encontrar o item nas lojas, mesma causa o adiamento no começo de 2015.

O descumprimento da regra resultaria em multa de R$ 127,69, 5 pontos na carteira de habilitação e retenção do veículo para regularização.

Extintor veicular ABC (Foto: Karla Cabral/G1)

Quem precisa trocar?
O extintor ABC, que combate incêndio em um maior número de materiais que o antigo, começou a equipar carros mais novos a partir de 2009. Com validade de 5 anos, já está presente em grande parte dos veículos, ou seja, quem tem carro produzido depois do 2º semestre de 2010 não precisa trocar.

A mudança na lei ocorreu porque o extintor antigo, do tipo BC, é recomendado para materiais como líquidos inflamáveis e equipamentos elétricos. O ABC, além destes, também é capaz de combater incêndios em madeira e tecidos, materiais comuns em carros.

Anuncie!