Estrada da Fome no interior do Maranhão, é destaque no Repórter Record Investigação.



O Repórter Record Investigação desta segunda-feira (23), percorreu a Estrada da Fome no interior do estado do Maranhão para mostrar quem são as pessoas que sobrevivem à base de farinha e água suja no Brasil.


Eles ainda são “invisíveis”, têm nome e sobrenome, mas não possuem absolutamente nada para comer. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais de sete milhões de brasileiros ainda passam fome no País. São adultos e crianças em condições de extrema pobreza, sendo a situação mais crítica localizada no interior do Maranhão.


Após três meses de investigação, os repórteres Daniel Motta e Heleine Heringer enfrentaram quase cinco mil quilômetros de estradas esburacadas e de terra para chegar às cidades mais isoladas e pobres do Brasil. O programa mostra depoimentos inéditos sobre a luta permanente e desesperada dessas famílias para conseguir se alimentar e revela a face mais cruel da fome: a exploração sexual de meninas em troca de comida.


Em uma entrevista exclusiva, o jornalístico exibe ainda entrevista exclusiva com um homem que cometeu essa brutalidade






com informações de rilton silva

Anuncie!