ESTÁ CONFIRMADO A VISITA DE DILMA AO MARANHÃO.





A candidata Dilma Rousseff (PT) comandou uma reunião em Brasília na última terça-feira com governadores e senadores da base aliada eleitos em primeiro turno, para definir estratégias e a sua agenda de campanha para a disputa do segundo turno contra o senador Aécio Neves (PSDB). E confirmou ao deputado Gastão Vieira (PMDB) que virá a Timon semana que vem.
Durante o encontro, Dilma afirmou que na campanha do segundo turno, vai comparar as administrações do PT com os governos de Fernando Henrique Cardoso. Ela mostrará os principais programas implantados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula (PT) e que foram continuados e ampliados pelo seu governo.
“Nós vamos ter novamente uma disputa de projeto e programa. E nós queremos que esta disputa se dê no mais alto nível, de forma programática, sobre propostas, e cotejando também as realizações que cada um de nós – de um lado os 8 anos do PSDB e de outro lado os nossos 12 anos – imprimiu ao país em termos de grandes mudanças. Estamos discutindo programas, projetos e realizações, e sobretudo propostas”, explicou.
Ao deputado Gastão Vieira, Dilma confirmou que virá ao Maranhão já na semana que vem. Ela vai a Timon, após visitar a capital do Piauí, Teresina. “Sugeri a ela que fosse também a Pinheiro, onde tem forte base de apoio”, disse Gastão Vieira.
Participaram do encontro o vice-presidente Michel Temer, o presidente do PT, Rui Falcão; os ministros Aloizio Mercadante, Ricardo Berzoini e Miguel Rosseto; os integrantes do conselho político da campanha, Renato Rabelo (PCdoB), Carlos Lupi (PDT), Gilberto Kassab (PSD), Ciro Nogueira (PP), Marcos Antônio Pereira (PRB), Antônio Carlos rodrigues (PR) e Eurípedes Junior (PROS).
“Melhor opção” – O senador João Alberto de Souza, presidente regional licenciado do PMDB, afirmou ontem que vai atuar fortemente no segundo turno para garantir a reeleição de Dilma. “Não importa quem esteja com ela aqui no Maranhão. Nós estaremos juntos por que acreditamos que ela é a melhor opção para o país”, frisou o senador, referindo-se à incorporação do PDT e do PCdoB à campanha no estado.
De acordo com João Alberto, seu grupo pretende reunir, já no início da semana que vem, todos os prefeitos alinhados ao projeto de Dilma para definir uma agenda conjnta de campanha no estado.
Além do PT e do PMDB, principais partidos da base da presidente, a campanha terá no segundo turno a presença do PDT e do PCdoB, que vão pedir votos para a presidente, após encerramento do primeiro turno das eleições estaduais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncie!