ACIDENTE EM OBRA DEIXA TRÊS SOTERRADOS EM PAÇO DO LUMIAR


As três vítimas foram levadas para Hospital Socorrão II e não correm risco de morte.

Três pessoas foram soterradas no fim da tarde de ontem segunda-feira (6), em uma obra de terraplanagem próximo ao Wang Park, na entrada do município de Paço do Lumiar.

Segundo informações do repórter João Ricardo, rádio Mirante AM, o Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) conseguiram chegar a tempo e resgatar os operários com vida. De acordo com Centro Integrado de Polícia e Segurança (Ciops), as três vítimas foram levadas para Hospital Socorrão II e não correm risco de morte.

Em nota, a Construtora Escudo, responsável pelo obra, disse que não houve soterramento, apenas um deslizamento de material. A empresa informou ainda, que os atingidos foram devidamente atendidos e nenhum deles apresenta lesão grave ou risco de morte.

Na semana passada, dois operários não tiveram a mesma sorte e morreram soterrados, quando trabalhavam em uma obra no bairro João Paulo. Os funcionários, de uma empresa terceirizada, executavam obras de ampliação do supermercado Mix Mateus.


Veja a nota na íntegra

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Construtora Escudo Indústria e Comércio Ltda esclarece que, na tarde desta segunda-feira, não houve um soterramento como noticiado em alguns veículos de comunicação. Ocorreu apenas um deslizamento de material que, infelizmente, atingiu alguns trabalhadores da obra.

Outrossim, informamos que os atingidos foram devidamente atendidos e nenhum deles apresenta lesão grave ou sequer correu risco de morte. Como de costume, em todas as obras do Grupo, os procedimentos necessários foram urgentemente tomados.

Logo, a Coordenação de Obras do Grupo Escudo acionou o Corpo de Bombeiros, que prontamente chegou e atendeu os atingidos. Eles foram levados para o Hospital Municipal Clementino Moura e foram submetidos a exames de imagem e, conforme informação médica, estão em observação e passam bem.

O Grupo Escudo reitera que toda a assistência necessária será prestada aos seus funcionários. O departamento técnico irá apurar as causas desse deslizamento de material, pois se trata de fato atípico nas obras do Grupo Escudo, que possui serviços técnicos de prevenção de ocorrências lesivas. Em respeito à sociedade, o Grupo Escudo se coloca à disposição para quaisquer outros esclarecimentos.

São Luís, 06 de outubro de 2014.
CONSTRUTORA ESCUDO INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA

com informações do g1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncie!