IPTU EM DIA - SÃO JOSÉ DE RIBAMAR

Família busca pela internet doador para filha com leucemia rara

A família de uma menina de um ano e meio que sofre de um caso raro de leucemia lançou na internet uma campanha para buscar um doador de medula óssea.

Até agora mais de 30 mil pessoas em todo o mundo responderam ao apelo, lançado no You Tube, Facebook e Twitter, e requisitaram kits de raspagem da parede interna da bochecha para testar se estão aptas a fazer a doação.

Margot Martini foi diagnosticada em outubro do ano passado com uma combinação rara das leucemias linfóide e mielóide agudas.

Desde então ela está internada no hospital infantil Great Ormand Street, em Londres, e já passou por três ciclos de quimioterapia.

Mas seus médicos, que dizem ter visto apenas três casos deste tipo de tumor nos últimos dez anos, dizem que ela precisa mesmo é de um transplante de medula.

Os pais e os dois irmãos de Margot foram submetidos ao exame de Antígenos Leucocitários Humanos, mas nenhum deles saiu como doador compatível.

'É difícil porque ao menos nove antígenos devem ser compatíveis e Margot tem um que é muito difícil de encontrar', disse o pai da menina, Yaser Matini, ao jornal londrino Evening Standard.

Registro de doadores

Diante dos resultados decepcionantes, Yaser decidiu lançar um apelo global em busca de um doador para filha por meio de que produziu e lançou no You Tube.

O vídeo já teve mais de 74 mil acessos e a campanha ganhou apoio de atores britânicos famosos, como Stephen Fry.

'Desde então estou a todo vapor. Eu fico de pé até meus olhos fecharem às quatro da manhã e não paro de pensar: será que estou fazendo tudo o que posso?'

Yaser acredita que a maneira como hospitais fazem as buscas nos registros de doadores internacionais é 'arcaica'.

'Em muitos países apenas seis antígenos são analisados. Chegaram a nos dizer que três brasileiros seriam doadores potenciais. Mas quando eles vieram para testar os dez antígenos, não deu certo.'

Ele afirma que nunca havia pensado em procurar doadores antes.

'Você não considera até o câncer te afetar. Por favor, por Margot e por todas as pessoas que têm câncer. Registre-se como doador, faça raspagem e salve uma vida', apela o pai.

Dilma Rousseff anuncia primeira troca de ministros

Dilma Rousseff anuncia primeira troca de ministros de nova reforma Posse dos novos nomeados será na segunda-feira (3). Ministros que deixaram cargos vão concorrer nas próximas eleições.

Os três novos ministros nomeados pela presidente Dilma Rousseff começam a trabalhar na semana que vem. A posse será na segunda-feira. A presidente diz que este é apenas o início da reforma, que deve ser ainda maior.

Na Casa Civil sai a ministra Gleisi Hoffmann e entra Aloizio Mercadante . No lugar dele, no Ministério da Educação , entra o atual secretário-executivo José Henrique Paim Fernandes. No Ministério da Saúde sai Alexandre Padilha e entra o médio Arthur Chioro, secretário da Saúde em São Bernardo do Campo (SP).

Os dois ministros que estão saindo vão concorrer nas próximas eleições e não podem continuar nos cargos.

Matérias da Globo sobre o Maranhão surpreendem a sócia Roseana Sarney

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), ficou extremamente desconfortável com as sucessivas reportagens sobre a crise prisional e sobre os indicadores sociais do Maranhão que têm sido veiculados pela Rede Globo. Roseana detém um terço das ações da TV Mirante, afiliada da Rede Globo no Estado. São sócios de Roseana na TV Mirante o empresário Fernando Sarney, seu irmão, e seu pai, o senador José Sarney (PMDB-AP).

A interlocutores, Roseana classifica-se como perseguida da grande mídia, inclusive pela Globo. Apesar disso, conforme o iG apurou, ela ficou surpresa com o fato de a emissora ter destinado, por exemplo, cinco minutos da edição da última quarta-feira do Jornal Nacional apenas para falar sobre os problemas sociais do Maranhão. Aliados da governadora informaram que ela classificou como “exagero” a exposição que o Estado vem tendo nos últimos dias.

Na reportagem de Tiago Eltz, o Jornal Nacional mostrou que o Produto Interno Bruto (PIB) do Maranhão cresceu 15,3% entre 2010 e 2011. Percentual cinco vezes maior que a média nacional no período: 2,7%. Mas também revelou que esses crescimento ainda não se refletiu nos indicadores sociais. O Maranhão ainda tem a pior expectativa de vida do Brasil e que 90% dos moradores não possuem acesso à rede de esgoto.

Mas essa não foi a primeira vez que a governadora teve que enfrentar desconfortos por matérias veiculadas pela Rede Globo. No ano passado, a emissora citou problemas na saúde do Maranhão no programa “Profissão Repórter”, mostrando falhas do programa “Saúde é Vida”, que previa a construção de 62 hospitais e até agora não foi concluído.

Durante a crise no sistema prisional do Estado e das críticas pesadas contra o governo, alguns aliados de Roseana tentaram iniciar uma campanha de proteção ao Estado chamada “Eu Amo o Maranhão”. A ideia era tentar abafar as críticas por meio de um sentimento de orgulho ao Estado. Mas a campanha nas redes sociais não pegou e acabou sendo satirizada.

Da outra ponta, como estratégia de gerenciamento de crise, blogs ligados do governo do Estado também tem sido utilizados para tentar desviar o foco das críticas ao executivo e ao sistema carcerário maranhense. Desde o início da crise, esses blogs tem desclassificado as denúncias da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e reiterado o suposto caráter “político” da crise carcerária maranhense, apontando que algumas denúncias, como o vídeo de homens decapitados, vazaram por meio de pessoas ligadas ao presidente da Embratur, Flávio Dino, principal adversário da família nas eleições de 2014.

por Wilson Lima

Conselheiro de povoado ordena estupro coletivo de jovem

Uma jovem de 20 anos foi estuprada por 13 homens em um povoado no leste da Índia. O crime aconteceu por ordem do conselho tribal do vilarejo.

O conselho tribal de um povoado no leste da Índia ordenou o estupro coletivo de uma jovem de 20 anos.

A agressão foi um castigo porque a garota manteve um relacionamento com um rapaz de outra comunidade e não tinha dinheiro para pagar uma multa imposta pelo órgão.

Treze homens, entre eles o chefedo conselho local, foram presos por envolvimento no crime, aconteceu terça-feira à noite no estado de Bengala Ocidental.

Ocaso foi no remoto vilarejo de Subalpur,240 kmaoeste de Calcutá, um dia depois de a jovem, tribos anthal,ser encontrada com um homem muçulmano.

Amoça se recupera em um hospital.

SONORE2-DrAsitKumar,médico:

"O quadro dela é estável. Os exames médicos foram feitos ontem por um pedido da polícia,que pegou os resultados”.

Os conselhos locais, formados pelos habitantes mais velhos dos povoados, exercem uma enorme influência em regiões rurais da Índia e impõem frequentemente castigos por supostas falhas morais.

O caso voltou a chamar atenção para aviolência sexual contra as mulheres no país.

Há pouco mais de um ano,uma estudante indiana morreu por causa dos ferimentos sofridos e estupro coletivo dentro de um ônibus na capital Nova Délhi.

GIL CUTRIM APRESENTA PROJETO A MINISTRO DO TURISMO

Em reunião realizada em Brasília, o prefeito Gil Cutrim apresentou ao ministro Gastão Vieira (Turismo) o projeto arquitetônico e de urbanização da Praia do Araçagi, um dos mais importantes e belos polos turísticos do município de São José de Ribamar e da região metropolitana de São Luís.

Na oportunidade, Gastão Vieira, além de elogiar a iniciativa da administração municipal ribamarense, se comprometeu em obter, junto ao Governo Federal, os recursos para que a obra seja iniciada o mais breve possível. “Além de beneficiar barraqueiros e moradores, essa obra contribuirá significativamente para alavancar, ainda mais, o turismo na Grande Ilha de São Luís. O prefeito Gil tem todo o meu apoio, assim como também o tem do ministro Edison Lobão (Minas e Energia)”, afirmou Vieira.

Veja a lista dos contemplados do sorteio do Programa Minha Casa Minha Vida em Paço do Lumiar.

A Prefeitura Municipal de Paço do Lumiar realizou hoje (14/01), através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDES), o sorteio das unidades habitacionais (UH) do Programa Minha Casa, Minha Vida, como parte da programação de aniversário do município. A seleção dos beneficiários teve início às 16 horas, no Viva Maiobão. Foram sorteadas 2.855 casas nos empreendimentos Morada do Bosque I e II e Jardim Primavera I e II, localizados na Estrada do Iguaíba, no município; mais de 26 mil pessoas se inscreveram no “Banco de Cadastro de Demandas” gerido pela SEMDES. Confira as listas por categoria e por ordem alfabética:

Área de risco ou insalubre(clique aqui)

Geral (clique aqui)

Geral (clique aqui)

Idosos (clique aqui)

Mulheres chefes de família (clique aqui)

Portadores de deficiência (clique aqui)

Lista dos contemplados 100% atualizado. Com informações de Daniel Matos e Rilton

MORRE AOS 75 ANOS A ATRIZ MARLY MARLEY

Foi sepultada ontem em São Paulo a atriz Marly Marley. A artista, 75 anos, não resistiu a um câncer de pâncreas. Ela estava internada desde o início de novembro em um hospital de São Paulo por causa de complicações relacionadas à doença. A artista morreu por volta das 22h de sexta-feira. O velório começou às 9h de ontem no Cemitério Morumbi, na Capital paulista e o enterro foi realizado às 17h. A cerimônia foi acompanhada por amigos como Raul Gil, com quem trabalhava, e Ronnie Von. Marly Marley nasceu em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul. Formou-se professora e psicóloga, mas logo resolveu seguir carreira artística. Na televisão, trabalhou nas Redes Tupi, Excelsior, Bandeirantes e Record e no SBT. No cinema, participou, na década de 1960, dos filmes O Puritano da Rua Augusta e Casinha Pequenina. No teatro, foi parceira de cena de artistas como Dercy Gonçalves e José Vasconcelos e se destacou como vedete. O trabalho mais recente de Marly foi como jurada do Programa Raul Gil, do SBT. Era casada há 45 anos com o humorista Ary Toledo.

JOSEMAR FAÇA COMO RESEANA E DIGA QUEM MANDA NO PAÇO DO LUMIAR

Era para ser a voz do povo mas até agora nem parada existe,quando se fala em qualquer questão em Paço do Lumiar o transito e transporte não pode ficar de fora da lista dos serviços que não são prestados a população.

Estamos chegando em um periodo que se torna necessario os abrigos nas paradas de ônibus, mas por incrivel que pareça em Paço do Lumiar não existe nem as paradas de ônibus.

Estivemos com um dos motorista que fazem linha na região o qual não quiz se identificar disse " aqui não existe parada de ônibus agente é quem para em qualquer lugar, e isso atrasa muito a viagem porque todo mundo fica pedindo para pararmos em suas portas" disse.

Além do atraso por não ter parada regularmentada nesse periodo que começa a chuver as pessoas ficam obrigadas a se molharem pela falta do compromisso da prefeitura, em quanto os vereadores estão discutindo entre se na câmara, sem assuntos que possam melhorar a vida do povo luminense, como uma possivel candidatura para o executivo em 2016 as pessoas estao jogadas ao leu.

Josemar a prefeitura não tem orçamento suficiente para algumas placas? Ou devo perguntar para outra pessoa?...
Acorda prefeito é seu nome que esta em jogo.

SORTEIO DAS CASAS DO PROGRAMA "MINHA CASA MINHA VIDA" EM PAÇO DO LUMIAR ACONTECE NA PROXIMA TERÇA FEIRA

O poder executivo do municipio de Paço do Lumiar realizará  sorteio do programa Minha Casa, Minha Vida do governo federal, o sorteio será realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDES).

O evento esta marcado para o dia 14 de janeiro, as 16 horas o sorteio das unidades habitacionais (UH) do Programa Minha Casa, Minha Vida.

Mais de 26 mil pessoas estão a espera do sorteio das 2.855 unidades que serão entregues, as moradias estão sendo construidas na Morada do Bosque I e II e Jardim Primavera I e II, localizados na Estrada do Iguaíba, no município.

Há uma grande especulação no meio politico de que Josemar usaria o sorteio para dar inicio a festa de aniversário do municipio, vale lembrar que o programa é do governo federal e é obrigação dos municipios realizarem o sorteio.

ESTUDANTE CONFESSOU SER AUTOR DE DISPARO QUE MATOU MATEUS RODRIGUES EM ESCOLA DE PAÇO DO LUMIAR

com informações do g1 Ma

Um adolescente, de 14 anos, confessou ser o autor de disparo acidental em escola de Paço do Lumiar , região metropolitana de São Luís , que matou o adolescente Mateus Rodrigues, de 11 anos. Ele disse que estava no banheiro e que pensava que o revólver estaria descarregado. Ao todo, dois adolescentes foram apreendidos pela morte do adolescente Mateus Rodrigues. A Secretaria de Segurança Pública confirmou a informação.

Uma adolescente de 13 anos confessou ter levado a arma para a escola para mostrar aos colegas, e que a arma pertencia ao seu irmão. Ela e o estudante de 14 anos foram levados ao Centro de Juventude Canaã.

Exames periciais devem informar na próxima semana se há registro de pólvora nas mãos dos envolvidos. Contra os dois menores foi lavrado auto de apreensão em flagrante correlato ao crime de homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Segundo a mãe da criança, Joseilde Alves Rodrigues, em entrevista á Rádio Mirante AM, a família não tinha arma em casa. "Ele não tinha arma, não acredito nisso", declarou.

As aulas na unidade foram suspensas durante 3 (três) dias.

ROSEANA ERROU MAIS UMA VEZ AO SUSPENDER LICITAÇÃO DE LAGOSTA E CAMARÃO

A governadora Roseana Sarney perdeu mais uma vez a oportunidade de ser firme e não agir sob a influencia de uns idiotas da mídia quatrocentona do sudeste do País, que se acham no direito de denegrir a imagem do Estado do Maranhão, alimentados por outros idiotas que se dizem maranhenses, e que sempre que tiveram oportunidade de mostrar que são melhores que os Sarney fizeram ou fazem muito pior.

Lembram da passagem de Aderson Lago pela Casa Civil no Governo de Jackson Lago? Ele sImplesmente colocou em prática tudo de ruim que ele dizia que era comum aos Sarney. Se antes ele acusava o grupo de massacrar os servidores públicos, quando teve oportunidade de fazer o contrário, fez de tudo para emplacar a Lei do Cão, macomunado com outro cara pálida chamado Flávio Dino.

Quem não lembra do terror que foi Márcio Jerry na administração do pobre Jomar Fernandes na prefeitura de Imperatriz. Aliás, o coitado não faz outra coisa hoje senão responder a mais de cem processos na Justiça, muitos deles originados de acões desastrosas, orientadas por rato Jerry.

E quanto a Holandinha, pupilo de Flávio Dino que administra São Luís? Esse dispensa comentários. O café e a farinha, servidos na merenda escolar no município, falam por si só do que é a administração de um oponente do Sarney no Maranhão.

Mas os idiotas "armados de jabás", num "reinado azedo", sentados em suas "folhas em Sao Paulo" e num "estadão" de desgraça cinqüenta vezes pior do que a nossa em termos de violência, fecham os olhos para tudo isso e preferem botar gosto ruim no camarão dos Leões.

O que eles querem? Que o Palácio dos Leões sirva para embaixadores, ministros ou até mesmo para convidados ilustres das bandas do sudeste, caças como: paca, cutia ou tatu, caçados nas aldeias indígenas maranhenses?

Que eles não engulam Sarney, tudo bem. Problema deles. Apenas que não misturem alhos com bugalhos.

Portanto, minha cara Roseana, não se deixe levar por essa política baixa e horrenda desses infelizes e sirva sem culpa o melhor camarão e o melhor canapé disponível no mercado maranhense.

Nós somos a décima sexta economia do País, segundo o PIB, cujo indicador serve para uma Eliane Cantanhede medir a riqueza de um Estado ou País, menos para o Maranhão. No nosso caso não, os indicadores que são levados em conta por esses idiotas são somente os totalmente desfavoráveis e que justifiquem servir caça no lugar de lagosta e camarão em pleno palácio governamental.

Me compre um bode! Ou melhor, Roseana, não compre bode, paca, tatu e muito menos cutia!

EXISTE ALGUÉM CULPADO PELA MORTE DE ANA CLARA DE 6 ANOS? "sou a responsável pelo que acontece no nosso Estado Disse: Roseana"

Santo Deus! Chega a ser difícil saber por ond Justiça, José Eduardo Cardozo, o Garbos Maranhão. O homem normalmente falastrã trata de depredar a reputação de governos silêncio que o notabilizou diante da carnificin simples. O PT foi vice na chapa que elegeu R senador José Sarney (AP), tem influên considerável do PMDB. E Dilma não quer c Por isso a presidente também está cala miserável manifestação de solidariedade c Ana Clara. Nada! O ministro e a governador de medidas. Numa impressionante, estar entrevista coletiva, Roseana fez jus ao clichê aos seus não degenera. Li as coisas que ela foto acima e tive de voltar no tempo —preciso.

Trezentos e sessenta anos? É. Voltei ao “Se da Quaresma”, pronunciado por Padre Vieir 1654. Escreveu o padre: “Os vícios da língua são tantos, que fez inteiro e muito copioso deles. E se as let repartissem pelos estados de Portugal, qu Maranhão? Não há dúvida, que o M. M-M M-motejar, M-maldizer, M-malsinar, M-m M-mentir: mentir com as palavras, menti com os pensamentos, que de todos e por mente.”

Mais adiante, referindo-se à instabilidade repentinas, Vieira afirmou: “De maneira que o sol, que em toda a infalível por onde se medem os tempos, em chegando à terra do Maranhão, até até o sol mente, vede que verdade fala cabeças e corações ele influi.”

Vieira, como é sabido, protegia os pequen invectivas, voltadas invariavelmente contra tempo — e justamente os instalados no atuação jesuítica.

Roseana estava mesmo com a Família Sarney uma curiosa explicação para o recrudesc estado — o que me ajudou a entender a at 50 anos: “O Maranhão está atraindo empresas e problemas que está piorando a segurança por que esta mais rico, o que aumenta o número de habitantes.

Agora entendi o que, a esta altura, a gent esforço determinado, consciente e, sem d Sarneys em favor do atraso. Antes, os m pacíficos e felizes. Aí, sabem como é, foi c piorou tudo! Notem que a fala da governado a violência vem de fora, não é coisa dos ma do número de habitantes” só pode se referi trecho de sua fala reforça esse especioso pon “O que aconteceu me chocou, e a todo povo do Maranhão não é violento. O q inexplicável. Estou até agora chocada co porque o que existe são brigas de facçoes violentas.

Roseana também disse, sabe-se lá por surpresa”. É mesmo? Aí vem um trecho emudecido até Padre Vieira, aquele que nã Tribunal do Santo Ofício: “Até setembro, Pedrinhas tinha constata tinha 4 mortes. Então, até setembro, 39 es o limite que se esperava. Em setembro Cadet [Casa de Detenção] e lá tiveram (sic de tomar providência. Isso não signifi providências antes.”

José Eduardo Cardozo, aquele que gosta esculhambando a segurança pública de e oposição, ouvia a tudo, em silêncio, com entender direito o que falou esta senhora.

Há mais de 550 mil presos no Brasil. No assassinados. Dos 550 mil, sabem quantos es mais de 5 mil — 5.417 em 2012. Digam tivessem parado nos 39 — o número que a g limite que se esperava”: fosse assim, com o Maranhão já responderia por 17,8% consideraria tudo dentro de certo padrão d que a coisa não parou nos 39, não. Chegou presos e mais de 28% dos mortos. E ela, coi porque, afinal, a índole do povo maranhense

Roseana está surpresa? Numa rebelião em menos 14 presos foram decapitados. Só pressão, inclusive de organismos internacio tragédia não vieram a público.

Endossando um discurso engrolado tam Cardozo, a governadora afirmou: “É uma di causa do crack, que tem uma força muit de espaço. O que aconteceu em São Paul Rio Grande do Sul não é diferente do aqui.”

Com a devida vênia, governadora, sou obrig Com 41 milhões de habitantes, São Paulo pessoas — 36% do total nacional, embora população. O Maranhão, onde moram 3,5 menos de 1% dos presos, mas responde assassinatos nas prisões. Há, em São Paulo, habitantes com mais de 18 anos; no Maran que a proporção fosse a mesma, seria pre presos no estado governado por Roseana. 5.400 presos, assistimos a esse descalabro, i

Ah, sim: Roseana e Cardozo anunciaram a gestor de crises juntando várias autoridad para presídios federais, aumento do efetiv Segurança, aumento dos mutirões carcerá curto prazo.

Intervenção A Procuradoria-Geral da República anun intervenção federal no Maranhão. Ainda que arredio a esse tipo de procedimento — e, realmente algo muito difícil de administrar. ler as intervenções de Roseana, sou tomad verdadeiramente… interventor. Mas sei que n

Ficou brava A governadora ficou brava com uma pergu que a reportagem da Folha fez a Cardozo. A j silêncio da presidente Dilma estava relaciona do PT e do Planalto com o PMDB e a famíl esperou a resposta do ministro:

“Olha, a família, só um minuto, ministro. a vocês: isso não existe como família. Eu sou Roseana Sarney. Meu sobrenome é S pessoa que tenho passado, presente e, futuro. Isso não é a família. E quem está família. Quem está no governo sou eu, qu turno pelo povo maranhense. Assim Maranhão no Congresso Nacional. Fui Então, vocês querem o quê? Querem pena vocês tiverem de penalizar alguém, eu, R Maranhão, sou a responsável pelo qu Estado. Muito obrigada”.

Foi aplaudida entusiasticamente. Pelos assess

Faço o quê? Tenho de voltar a Padre Vieira: “E terra onde até o sol mente, vede que sobre cujas cabeças e corações ele influi.”

Por Reinaldo Azevedo

ROSEANA PODERÁ RENUNCIAR E ARNALDO MELO VIRÁ COMO GOVERNADOR TAMPÃO

Com vice nomeado conselheiro do TCE-MA, governador-tampão será escolhido em eleição indireta na assembleia, e deve comandar Estado até janeiro de 2015 Agência Estado | 10/01/2014 14:37:28 - Atualizada às 10/01/2014 15:00:28

Em meio a uma crise na segurança pública de repercussão internacional, a governadora Roseana Sarney (PMDB-MA) vai renunciar ao mandato em abril para disputar uma vaga no Senado e garantir a permanência da família no poder, o que obrigará o Estado a fazer uma nova eleição para escolha do sucessor dela até janeiro de 2015.

Conheça a home do Último Segundo

Leia também: PT prepara caminho para romper com o clã Sarney no Maranhão em 2014

A solução e as explicações para a barbárie nos presídios ficarão para um governador "tampão", que será eleito pela Assembleia Legislativa, em votação indireta. A renúncia de Roseana forçará uma nova eleição porque o vice-governador, Washington Oliveira, foi nomeado conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) numa manobra para tirar o então petista do comando do Palácio dos Leões. A Constituição determina que, neste caso, quando não há o vice, deve haver eleição indireta para o mandato "tampão" - cenário que já ocorreu no Distrito Federal e no Tocantins, por exemplo.

Leia mais: Parecer do procurador-geral recomenda cassação de Roseana Sarney

Numa reunião há duas semanas, na Ilha de Curupu, onde a família Sarney tem casa, Roseana afirmou que não tinha intenção de disputar o Senado e que sua vontade seria se mudar para os Estados Unidos. Foi convencida do contrário pelo pai, o senador José Sarney (PMDB-AP). Um dos presentes contou ao Estado que Sarney alertou a filha de que ela era a única que poderia manter o poder político da família (o senador tem 83 anos) e, como congressista, manteria a imunidade parlamentar. Sarney, segundo relatos, comparou a situação à do ex-presidente Bill Clinton.

Poder Online: Opositor de Roseana acompanha de longe crise no Maranhão

"Você é a continuidade. Vai sair da política e viver pagando advogados? Depois que a gente senta em certas cadeiras, fica vulnerável a processos. Clinton, quando saiu da presidência, enfrentou vários processos", disse o senador, segundo interlocutores. Os irmãos Fernando (empresário) e Zeca Sarney (deputado pelo PV-MA) concordaram com o pai.

Ao renunciar ao governo, Roseana deixaria de ser alvo em questões como a crise nos presídios, mudando o foco para a candidatura. Após o apelo do pai, ela cedeu. A família, contudo, tem pela frente mais um complicador: a escolha do candidato "tampão". Gostaria de indicar um secretário estadual para a disputa, mas o presidente da Assembleia, Arnaldo Melo (PMDB), com votos na situação e na oposição, impôs seu nome.

Emparedada no Legislativo e desgastada pela selvageria nos presídios, a governadora pode acabar cedendo ao peemedebista, evitando que o nome de sua preferência perca a eleição indireta e ela, sua influência no comando do Estado. Principal adversário da família Sarney, o presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB), também vai renunciar ao cargo no final do mês para se preparar para a eleição de outubro. A decisão pela saída foi reforçada pela crise na segurança.

A oposição considera o momento favorável não só na tentativa de retornar ao Palácio dos Leões, mas de ocupar a vaga em disputa no Senado, com o enfraquecimento político de Roseana. O nome mais cotado é o do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB), aliado do ex-governador e provável candidato ao governo do Maranhão, José Reinaldo Tavares (PSB).

"Se Roseana não sair para o Senado, o grupo dela acaba e eles (os Sarney) precisam de influência lá", afirma Tavares. Ele diz que pretende concorrer ao mandato tampão, mas reconhece ser difícil derrotar o atual presidente da Assembleia. A reportagem procurou Arnaldo Melo, mas ele não ligou de volta.

MÃE DE ANA CLARA É TRANSFERIDA PARA HOSPITAL EM BRASILIA

Juliane foi uma das vítimas dos ataques d?e ônibus em São Luís. Ela está sendo transferida para o Hospital Regional da Asa Norte (HRAN).

Por Jéssica Melo e Jade Bonna

A mãe da menina Ana Clara Santos Sousa, 6 anos, que morreu após ter 95% do corpo queimado em ataque a um ônibus em São Luís , foi transferida em uma UTI aérea na noite desta quinta-feira (9) para o Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), em Brasília . Juliane Carvalho Santos, 22 anos, foi encaminhada para o distrito a pedido da família, que possui parentes no local.

Juliane estava com as filhas Ana Clara e Lorrane Beatriz Santos, de 1 ano e 5 meses, no ônibus da Vila Sarney incendiado por homens armados na sexta-feira (3), em São Luís. De acordo com boletim médico do Hospital Tarquínio Lopes, ela teve 40% do corpo queimado e quadro de saúde é estável. Ela está lúcida e comunicativa e recebe acompanhamento psicológico e psiquiátrico. Por ter histórico de depressão, ela ainda não sabe da morte da filha mais velha, sepultada na terça-feira (7), no Cemitério Jardim da Paz, na Estrada de Ribamar.

O bisavô paterno de Ana Clara, Dasico Rodrigues da Silva, 81 anos, teve um infarto e faleceu no domingo (5) ao saber do estado de saúde da neta, que era crítico naquele momento. Ele morreu em casa, na Santa Cruz, em São Luís.

A operadora de caixa Abiancy Silva dos Santos, 35 anos, e a filha menor de Juliane, Lorrane, devem receber alta médica neste fim de semana, segundo a assessoria da Secretaria de Saúde do Maranhão .

O entregador Márcio Ronny foi transferido, nessa quarta-feira (8), em UTI aérea, para o Centro de Referência de Queimados em Goiânia (HGG). Segundo familiares da mãe de Ana Clara, Juliane conta que não encontrou a filha de 6 anos no meio do fogo e só conseguiu descer com a outra filha, Lorrane, nos braços. De fora do ônibus, ela teria visto o entregador Márcio Ronny resgatar Ana Clara e se abraçar com ela para tentar apagar o fogo do corpo da criança.

MINISTRO ANUNCIA PLANO DE EMERGÊNCIA PARA CONTER VIOLÊNCIA NO MARANHÃO

Após reunião de pouco mais de uma hora com a cúpula da segurança do Maranhão e com a governadora do Estado, Roseana Sarney (PMDB), o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciou as medidas do governo federal para auxiliar no combate ao crime e na melhoria do sistema penitenciário do Maranhão.

O ministro fugiu de muitas perguntas da imprensa. Ele afirmou que por medidas de segurança os nomes dos presos que serão transferidos para presídios federais não serão divulgados. As datas das transferências também não serão informadas.

Dentre as medidas está um mutirão para unir defensores públicos, juízes e governo estadual. Também foi montado um plano de ação integrado e formado um comitê gestor, que será supervisionado pelo governo federal. "Muitas dessas ações já foram implantadas em estados como Alagoas, São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Paraná e deram certo. Por medida de segurança, os nomes dos presos transferidos não serão divulgados”, afirmou o ministro.

Também será prorrogada a permanência da Força Nacional na penitenciária de Pedrinhas. O sistema prisional também terá a implantação de núcleo de atendimento a familiares de presidiários, capacitação para policiais envolvidos diretamente com as ações de segurança, penas alternativas e monitoramento de presos.

Participam da reunião a presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Cleonice Freire; o coordenador da Unidade de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, desembargador Froz Sobrinho; o defensor geral do Estado, Aldy Mello Filho; a procuradora geral em exercício, Terezinha de Jesus Anchieta Guerreiro; o coordenador do Centro de Apoio Operacional (Caop) Criminal, Claudio Cabral Marques; o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo.

HOMEM QUE RESGATOU MENINA DE ÔNIBUS EM CHAMA FARÁ IMPLANTE DE PELE

Considerado um herói pela família e pela população de São Luís, o entregador de frangos Márcio da Cruz Nunes, de 37 anos, que resgatou a menina Ana Clara, de 6 anos, de dentro de um dos ônibus que foi incendiado na última sexta-feira, será transferido para um hospital na cidade de Goiânia. Ele precisa fazer implante de pele, já que está com 72% do corpo queimado. Ana Clara, que teve 98% do corpo queimado, morreu na segunda-feira, 6.

Assim como todas as vítimas, o entregador foi socorrido e levado para o Hospital Clementino Moura, o Socorrão 2. Sua situação se agravou e, então, ele foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Tarquínio Lopes, o Hospital Geral.

Na terça-feira, o médico Luís Alfredo Soares Júnior, diretor do Hospital Geral, disse que há esperanças de que Márcio Nunes sobreviva. Segundo o médico, ele ainda está em estado grave, porém estável, e apresentando melhoras gradativas, havendo a probabilidade de retirada da ventilação mecânica, visto que o seu corpo está respondendo ao tratamento a que está sendo submetido.

Gardênia Cruz Nunes, irmã de Márcio, afirmou que ele está melhorando.

A mulher do entregador, Rallanny Maciele, está com os cinco filhos atualmente na casa dos pais de Márcio Nunes, em São José dos Índios, no município de São José de Ribamar, em que ainda moram os nove irmãos dele.

NÚMERO DE INSCRITOS NO SISU BATE RECORDES

Número de inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do primeiro semestre de 2014 superou o número de inscritos no mesmo período de 2013. O número de candidatos chegou a 2.004.110, superando os 1.949.958 do ano passado. Os dados são do balanço das 18h divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério da Educação (MEC). O número representa cerca de 40% dos mais de 5 milhões de estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2013.

As inscrições começaram a ser feitas na segunda-feira e vão até as 23h59 de sexta-feira, no horário de Brasília, pelo site do Sisu. O estudante pode fazer até duas opções de curso. Com isso, o total de inscrições, de acordo com os últimos números do MEC, chegou a 3.887.360.

Os três cursos mais procurados, segundo o balanço das 12h30, continuam sendo administração, direito e medicina. Em pouco mais de 24 horas - das 11h de ontem às 12h30 de hoje -, os três receberam juntos 37,4 mil inscrições. A maior parte, 29 mil, foi em administração. Com isso, o curso segue no topo da maior procura, com 221.650 inscrições e uma concorrência de 36 candidatos por vaga. Em segundo lugar, está direito, com 194.491 inscrições e uma relação de 41 candidatos por vaga. Medicina aparece em terceiro lugar na procura, com 181.864 inscrições, mas lidera a concorrência, com 62 candidatos por vaga.

Até as 12h30, a disputa entre os candidatos que optaram pela Lei Federal de Cotas na inscrição no Sisu estava um pouco mais acirrada que a da ampla concorrência. Enquanto na ampla concorrência, a relação é 21 candidatos para cada vaga; pela Lei de Cotas, são 22 candidatos concorrendo a uma vaga; e nas ações afirmativas das próprias instituições são 21.

Na primeira edição de 2014, o sistema oferece 171.401 vagas em 4.723 cursos de 115 instituições públicas de educação superior. O Sisu seleciona estudantes com base nas notas obtidas no Enem. Nesta edição, a inscrição está restrita ao estudante que tenha participado da edição de 2013 do exame. Fica impedido de se inscrever aquele que tenha tirado zero na prova de redação.

Ao longo do período de inscrições, a classificação parcial e a nota de corte dos candidatos são divulgadas on line diariamente para consulta a qualquer hora do dia, na página do Sisu. Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

ATÉ A ONU CRITICA GOVERNO MARANHENSE E COBRA SOLUÇÕES DO GOVERNO FEDERAL

Órgão das Nações Unidas para os Direitos Humanos criticou sistema carcerário do país e cobrou do governo que instaure a ordem em Pedrinhas.

A Organização das Nações Unidas (ONU) cobrou nesta quarta-feira do governo brasileiro providências para sanar o caos que tomou conta do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão. Em nota sobre as cenas de barbárie dentro do presídio divulgadas nos últimos dias, o Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos afirma que faz-se necessária uma "investigação imediata, imparcial e efetiva dos fatos" para que os responsáveis sejam processados. Na terça-feira, o jornal Folha de S. Paulo trouxe à tona vídeo que mostra presidiários celebrando enquanto três colegas são decapitados.

Sobre as cenas de horror, Rupert Colville, porta-voz da alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Navi Pillay, afirmou: "Lamentamos ter de, mais uma vez, expressar preocupação com o terrível estado das prisões no Brasil e apelar às autoridades a tomar medidas imediatas para restaurar a ordem na prisão de Pedrinhas e em outras prisões pelo país, bem como reduzir a superlotação e oferecer condições dignas para pessoas privadas de liberdade”. Colville prossegiu: "Apelamos às autoridades brasileiras para realizar uma investigação imediata, imparcial e efetiva dos fatos e processar as pessoas consideradas responsáveis".

O Alto Comissariado para os Direitos Humanos é a instância máxima das Nações Unidas no combate à violação dos direitos humanos pelo mundo. O órgão tem sede em Genebra, na Suíça.

"Estamos incomodados por saber das conclusões do recente relatório do Conselho Nacional de Justiça, revelando que 59 detentos foram mortos em 2013 no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, assim como as últimas imagens de violência explícita entre os presos libertados", conclui o comunicado.

Bestialidade - A sequência de horror registrada nos últimos vinte dias no Maranhão chocou até mesmo uma sociedade já acostumada ao noticiário de crimes brutais. O banho de sangue, com imagens de presos decapitados e esquartejados na penitenciária de Pedrinhas deixou 62 detentos mortos no período de um ano. O retrato da barbárie nas cadeias maranhenses inclui ainda estupros de familiares de presidiários nos dias de visitas íntimas. Na última sexta-feira, a selvageria ultrapassou os muros do presídio: ataques a ônibus e delegacias espalharam terror nas ruas de São Luís. Uma criança de 6 anos morreu queimada. O criminoso obedecia a uma ordem de dentro do presídio de Pedrinhas.

DEPEN DIZ QUE 22 PRESOS DO MARANHÃO JÁ FORAM TRANSFERIDOS PARA PRISÕES FEDERAIS

Para secretário de Segurança do Maranhão transferência de presos é enxugar gelo e adiar o problema Na opinião de Sebastião Uchôa, a solução está na construção de um presídio de segurança máxima que ficará pronto em seis meses

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen), ligado ao Ministério da Justiça, informou na noite desta terça-feira que 22 presos do estado do Maranhão já foram transferidos para penitenciárias federais. Segundo nota do Depen, outras vagas em presídios federais serão disponibilizadas ao governo maranhense com o objetivo de isolar os envolvidos na onda de violência que ocorre no estado nos últimos dias. As áreas técnicas do Ministério da Justiça e do Maranhão estão organizando a retirada destes presos que ocorrerá em curto espaço de tempo, afirmou o Depen.

O órgão afirmou que entre 2003 e 2013, o governo federal investiu cerca de R$ 55 milhões na construção de sete presídios e melhorias nas unidades existentes, que criariam 1.621 novas vagas, mas que esses recursos não foram utilizados e os recursos foram devolvidos, por reprovação dos projetos.

Mas a transferência dos presos não é a solução, na avaliação do secretário de Justiça e Administração Penitenciária do Maranhão, Sebastião Uchôa. Ele afirmou hoje que a transferência de detentos para presídios federais como forma de resolver os problemas penitenciários nos estados é um mito e que medida é como enxugar gelo e adiar o problema, pois ao retornar ao sistema carcerário estadual, o criminoso volta mais violento e intimida os outros detentos. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Uchôa negou que o governo de Roseana Sarney (PMDB) tenha sido moroso para combater a crise na segurança pública e que tenha demorado a aceitar a ajuda da União.

Quando a gente transfere, (o preso) volta pior do que foi. Ou seja, volta com o título, com o rótulo, volta com autoafirmação, volta se achando o máximo porque puxou cadeia federal. E isso é péssimo perante a massa que fica se sentindo dentro de uma relação de subjugo disse o secretário.

Estrategicamente não tem sido muito bom isso de transferência. Na verdade, existem mitos por trás disso. O Estado tem de se adequar para presídios de segurança máxima e administrar seus próprios problemas completou.

Uchôa negou que o governo tenha demorado em aceitar a oferta federal, formalizada no domingo e aceita na segunda-feira. Ele disse que a transferência dos presos não começou porque é preciso seguir um trâmite burocrático e outro judicial, com autorizações concedidas pela Justiça.

Vamos colocar os pés no chão. Não podemos estar transferindo presos apenados porque estão vinculados direta ou indiretamente a facção A ou B. Precisamos fazer a seleção rigorosa para não cometermos injustiça. Outro fato interessante: cada processo deve ter um histórico detalhado não só penitenciário, como processual. Tem um trâmite administrativo. O presídio federal só recebe (o preso) depois que o juiz federal autorizar disse ele.

Segundo Uchôa, o governo deve concluir, em seis meses, um presídio de segurança máxima para abrigar os detentos de alta periculosidade. No ano passado, a guerra de facções deixou um saldo de mais de 50 presos mortos, muitos por decapitação, além de estupros e violência contra a população de São Luís. Na semana passada, os criminosos incendiaram ônibus com cidadãos dentro deles, resultando na morte de uma menina de seis anos.

Faremos a transferência deixando bem claro que, concluindo o novo presídio, vamos trazer tudo de volta porque temos de cuidar do que é nosso disse o secretário, ao afirmar que as críticas a uma inação do governo estadual são um equívoco muito grande e uma injustiça também.

Um vídeo com cenas de decapitação de um detento no presídio de Pedrinhas foi divulgado na internet, o que, para o secretário, aumentou o clima de terror no estado. O secretário disse não saber informar se o vídeo mostra cenas reais do presídio, mas afirmou que em outubro já havia recebido imagens desse crime na mesma cadeia.

O secretário de Justiça e Administração Penitenciária do Maranhão disse, também, não ter sido informado da ação da Tropa de Choque da Polícia Militar (PM) no presídio de Pedrinhas, cuja repercussão teria dado origem à onda de violência no estado. O episódio ocorreu no último dia 3 de janeiro.

A ação que eu tenho conhecimento é a de que estão sendo feitas constantemente revistas nas unidades por parte da Polícia Militar com relação à preservação da ordem interna prisional explicou. Ele frisou que estava em recesso na ocasião e voltou ao trabalho somente na segunda-feira.

Se houve algum excesso (por parte da PM), será apurado e punido. A lei é para todos.

Sebastião Uchôa disse ainda que existe no país um conceito ultraequivocado de pena e garantiu que o governo do Maranhão está fazendo o possível para reverter o quadro de violência no estado.

Outros governos talvez não teriam a coragem do que está se fazendo hoje (no Maranhão) concluiu.

Em nota divulgada nesta terça-feira, a ministra Maria do Rosário afirmou que interrompeu seu período de férias para tratar do assunto. Ela convocou reunião do Conselho de Defesa de Direitos da Pessoa Humana para quinta-feira para debater a situação e avaliar quais medidas podem ser tomadas para fazer cessar imediatamente as violações de Direitos Humanos e a violência como um todo que têm ocorrido no Maranhão.

Segundo o Ministério da Justiça, R$ 1,4 bilhão foi investido na construção de 149 novas unidades prisionais em todo o país, além de outros recursos para melhoria dos presídios.

Anistia Internacional expõe preocupação com Maranhão

A Anistia Internacional Brasil, organização não governamental (ONG) de defesa d humanos, divulgou nota...

A Anistia Internacional Brasil, organização não governamental (ONG) de defesa dos direitos hu nota em que expõe preocupação com a situação no Maranhão. "É inaceitável que uma situaçã prolongue por tanto tempo sem nenhuma atitude efetiva das autoridades responsáveis", afirm

"A Anistia Internacional Brasil vê com grande preocupação a escalada da violência e a falta de para os problemas do sistema penitenciário do Estado do Maranhão. Desde 2007, mais de 150 mortas, sendo 60 somente no ano passado. Neste período, graves episódios de violações de di foram registrados nos presídios do Estado, como rebeliões com mortes, superlotação e condiç nota.

COM MEDO DE INTERVENÇÃO FEDERAL ROSEANA TENSIONA RELAÇÃO DO JUDICIÁRIO

Temendo uma eventual intervenção federal no Maranhão em função da crise no sistema prisional, a governadora Roseana Sarney (PMDB) tensionou a relação entre a administração estadual e o Poder Judiciário, setor historicamente próximo ao clã Sarney no Estado. Desde o final de dezembro, a governadora tem atribuído as 62 mortes ocorridas no Complexo Penitenciário de Pedrinhas desde o ano passado à morosidade da Justiça.

Em uma outra frente, fontes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) acusam a família Sarney de fazer lobby pela exoneração do juiz Douglas Martins, diretor do CNJ, responsável pelo relatório de inspeção realizado em Pedrinhas no final do ano passado. O relatório afirma que em Pedrinhas foram detectadas, além das brigas de facções rivais, o estupro de esposas de detentos e até casos de decapitação de presos.

A interlocutores, Roseana tem dito que está sendo alvo de uma perseguição de juízes supostamente próximos ao presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), Flávio Dino, que também foi magistrado. Dino é o principal adversário do clã Sarney na disputa pelo governo do Estado neste ano. Nos bastidores, Roseana classifica como “ação política”, a inspeção do juiz Douglas Martins.

Além disso, o governo estadual vem reiterando por meio de seus interlocutores que vários dos ataques ocorridos em São Luís foram planejados ou executados por ex-condenados ou por acusados de crimes como furto qualificado ou formação de quadrilha, que ainda esperam julgamento da Justiça.

No último fim de semana, em entrevista ao jornal O Estado do Maranhão, veículo de comunicação da família, Roseana afirmou que o Estado tem 2,7 mil presos e “mais da metade deles não foi julgada pela Justiça”. “A Justiça é lenta. Também temos esse problema”, disse Roseana.

A presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), a desembargadora Cleonice Freire, lançou, na noite desta segunda-feira, uma nota de repúdio às declarações da governadora afirmando que “as causas mais determinantes para o agravamento da questão carcerária decorrem de fatos independentes do Poder Judiciário”. “A responsabilidade na solução dos problemas carcerários, com relação à estruturação física destinada aos detentos, não compete ao Poder Judiciário”, disse a desembargadora.

Também desde a semana passada, membros ligados à família Sarney intensificaram as críticas contra o juiz Douglas Martins tentando desacreditar o relatório entregue por ele ao presidente do CNJ. Além de um texto retratando os atos de desrespeito aos direitos humanos, o magistrado também entregou vários vídeos supostamente gravados em Pedrinhas.

Um dos vídeos apresentados é de uma pessoa que teria tido sua perna supostamente dilacerada dentro de Pedrinhas. O vídeo foi encaminhado pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Maranhão (Sindspen-MA) e o registro, incluído no relatório. A Polícia do Maranhão investigou o vídeo e afirma que ele não passa de uma imagem de um acidente ocorrido nos Estados Unidos. Nos bastidores, o governo quer que o juiz seja demitido do cargo por ter incluído esse vídeo no relatório. Uma fonte do CNJ afirma que essa tentativa de punição é apenas uma retaliação por conta das denúncias. Apesar disso, fontes do CNJ não acreditam que essa ofensiva do clã contar Martins dê algum resultado.

Helicóptero do exército americano cai e mata quatro pessoas na Inglaterra

Acidente ocorreu no norte da costa de Norfolk, leste do país. Área de 400 metros foi isolada.

Quatro pessoas morreram na queda de um helicóptero militar americano no leste da Inglaterra nesta terça-feira (7), segundo a polícia. O acidente ocorreu na região de Cley, no norte da costa de Norfolk. "Acredita-se que existam quatro fatalidades", dizia o comunicado da polícia, que também informou que uma área de 400 metros foi isolada.

O helicóptero, atribuído ao 48º Fighter Wing, que fica na base aérea norte-americana RAF Lakenheath, caiu por volta de 16h (horário de Brasília) na costa norte de Norfolk, uma área rural cerca de 209 quilômetros a nordeste de Londres.

"Podemos confirmar que um dos nossos helicópteros HH-60G Pave Hawk caiu nos arredores de Cley durante um exercício de voo de baixo nível", disse um porta-voz na base dos EUA.

Não havia informações imediatas sobre a causa do acidente.

AMERICANO É PRESO AO SER FLAGRADO FAZENDO SEXO COM CÃO DE AMIGO

Colega de quarto instalou equipamento de segurança após suspeita. Joshua Webicki foi detido por crueldade contra animais.

Um jovem de 22 anos foi preso em Palm Bay, na Flórida (EUA), após ser flagrado por uma câmera enquanto cometia atos sexuais com o cachorro de seu colega de quarto.

Desconfiado pelo comportamento do animal em relação ao seu colega de quarto, o dono do pastor alemão instalou uma câmera de segurança no apartamento em que dividia com Joshua Webick, e acabou filmando o crime.

A polícia recebeu as imagens chocantes e prendeu Joshua, acusado de crueldade contra os animais.

Ele também pode ser banido de manter ou morar com um animal de estimação.

O americano foi levado para a cadeia do condado de Brebard com uma fiança fixada em R$ 5,9 mil.

Choque da PM faz vistoria e acha munições e TVs em Pedrinhas

Na vistoria feita na noite desta segunda, foram encontrados seis celulares. Segundo comandante do Policiamento Especializado, revistas vão continuar.

Do G1 MA

O Batalhão de Choque da Polícia Militar realizou vistoria na Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) de Pedrinhas, na noite desta segunda-feira (6). Durante a vistoria foram apreendidos 20 cartuchos de bala de revólver .38, 20 facas, seis celulares, dois carregadores, dois aparelhos DVDs e seis televisores. A informação foi confirmada pelo Coronel Ivaldo Barbosa, comandante do Policiamento Especializado. Ele também informou que as revistas vão continuar no sistema penitenciário do Estado.

Em vistoria feita no Centro de Detenção Provisória (CDP), na última sexta-feira (3), a Tropa de Choque da Polícia Militar encontrou uma pistola com cartucho e vários celulares no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. A operação denominada 'Pedrinhas em Paz' foi deflagrada na data, com o objetivo de diminuir as mortes nas unidades prisionais do Maranhão .

Também na última sexta, alguns presos foram retirados das unidades onde estavam e transferidos para outras. Também foram fixadas regras mais rígidas para as visitas aos detentos: agora só podem ser feitas por parentes de 1° grau e esposas, desde que seja comprovado o parentesco.

MAIS DE 1 MILHÃO INSCRITOS NO SISU E MINAS GERAIS TEM MAIOR NUMERO

Em comunicado oficial divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), até às 18h30 de segunda-feira (6), 1.058.715 candidatos já haviam realizado inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2014. Este seria o recorde para o 1º dia de seleção registrado pelo Governo desde a criação do programa que oferece vagas para estudantes em universidade públicas brasileiras. Para se ter uma ideia, no ano de 2013, 593 mil pessoas tinham feito cadastro no site do sistema.

Os alunos que participaram do Enem 2013 - nota que valida a participação do discente no Sisu - tem até às 23h59 de sexta-feira (10) para se candidatar as mais de 170 mil oportunidades que o programa disponibiliza. Cada aluno pode fazer duas opções dentre os 4.723 cursos oferecidos por 115 instituições públicas, em todo o país.

Com números computados a partir de 00h desta segunda-feira (6), segundo o balanço parcial, Minas Gerais é o estado com o maior número de inscritos, totalizando 150.405. Logo em seguida, o Rio de Janeiro, com 121.162 inscritos; São Paulo (82.253); Ceará (76.179) e Bahia (69.246). Vale lembrar que Minas Gerais também é o estado que mais oferece vagas dentro do programa.

Para se candidatar a uma vaga no Sisu, o estudante deve ter feito o Enem 2013 e ter conseguido nota maior do que zero na redação (apesar de cada instituição adotar um sistema classificatório por maior nota candidato/ vaga, assim como é feito no vestibular normal). O cálculo para a nota do Enem é complicado e gerou revolta nas redes sociais. As inscrições são feitas exclusivamente pela internet, no site oficial.

Aloizio Mercadante, Ministro da Educação, destacou que desde que as inscrições foram iniciadas, nenhum ocorrência de problema foi constatada no site. Mercadante ainda afirmou que porque o sistema foi aberto antes da divulgação das notas do Enem: "A gente abriu antes para que os alunos se familiarizassem com o sistema e soubessem qual a melhor a estratégia a adotar ao longo da semana", disse.

GOVERNO DO MARANHÃO ACUSA JUIZ DO CNJ DE DIZER "INVERDADES" EM RELATÓRIO

De Luiz Orlando Carneiro

Na nota oficial do Governo do Maranh referente ao relatório enviado na últim sexta-feira (3/1) à Procuradoria-Geral República sobre a situação do sistema carcerário estadual e, em particular do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, uma grave acusação ao juiz Douglas Martins,auxiliar da presidência do Conselho Nacional de Justiça, que fez inspeção naquele presídio, em dezem último.

Está escrito na nota oficial que o gover do Maranhão nega “qualquer atitude d desrespeito aos direitos humanos, mui menos com inverdades que foram leva a público pelo juiz Douglas Martins,do Conselho Nacional de Justiça, com o ú objetivo de agravar ainda mais a situa nas unidades prisionais do estado e n clara tentativa de descredibilizar medi que já haviam sido determinadas pelo Governo”.

MORRE MENINA QUEIMADA EM ÔNIBUS

A menina Ana Clara Santos Sousa, de 6 anos, morreu hoje (6) às 6h30. Ela sofreu queimaduras graves durante os ataques a ônibus em São Luís, na sexta-feira (3) à noite. Segundo informações do Hospital Estadual Juvêncio Matos, a paciente teve 95% do corpo queimados e estava internada em estado grave na UTI Pediátrica. Ainda segundo o hospital, a irmã de Ana Clara, de 1 ano e 5 meses, continua internada e seu estado de saúde é estável. Ela teve queimaduras em 20% do corpo, nas pernas e no braço. As duas estavam com a mãe em um dos ônibus incendiados. Juliane Carvalho Santos, de 22 anos, que teve 40% do corpo queimados, também continua internada no tal Tarquinio Lopes Filho, em São Luís. Na avaliação das autoridades maranhenses, os ataques foram uma reação às as adotadas para combater a criminalidade nas unidades prisionais da capital, que eram no fim de dezembro. A crise prisional no estado veio à tona em outubro, quando uma ,deixando nove mortos e 20 feridos.

PODE FICAR PARA DEPOIS A DECISÃO DO STF SOBRE DOAÇÕES ELEITORAL DE EMPRESAS

O Supremo Tribunal Federal (STF) volta a analisar neste ano o financiamento de campanhas eleitorais por meio de doações de empresas privadas. O julgamento de uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) impetrada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) que questiona a legalidade desse tipo de contribuição a políticos nas disputas eleitorais foi suspenso no início de dezembro em virtude de um pedido de vistas do ministro Teori Zavascki.

A expectativa é de que a análise da Adin seja retomada no primeiro semestre de 2014. Mas existe uma torcida de setores do governo e de assessores jurídicos de partidos contrários à proibição do financiamento privado para que o julgamento seja retomado apenas no segundo semestre. A possibilidade é concreta, conforme alguns juristas ouvidos pelo iG,visto que o Supremo deverá julgar, no retorno de suas atividades em 2014, a correção dos planos econômicos dos anos de 1980 e 1990 e os embargos infringentes do mensalão.

Assim, uma eventual decisão do STF contra as doações de empresas privadas nas campanhas, caso seja definida apenas no segundo semestre, valeria somente para o pleito de 2016. Isso porque, pela lei eleitoral, qualquer regra relacionada a financiamento de campanhas pode entrar em vigor no ano em que ela for estabelecida, desde que a mudança ocorra no máximo até junho. Se houver uma decisão antes de junho, haverá a possibilidade de a proibição valer já para 2014.

Até o momento, quatro dos onze ministros se manifestaram contra as doações de empresas privadas: o presidente do Supremo, Joaquim Barbosa; o relator da ação, ministro Luiz Fuz e os ministros Luís Roberto Barroso e Dias Toffoli. Em ocasiões anteriores, pelo menos mais dois ministros deram sinais de que têm posição nesse sentido: Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski. Nos corredores do Supremo, acredita-se também que as ministras Cármen Lúcia e Rosa Weber sejam contra o financiamento privado por meio dessas doações. São tidos como votos a favor, atualmente, apenas os ministros Gilmar Mendes e Teori Zavascki.

Justamente temendo uma mudança drástica de cenário em virtude de pressões de partidos e até mesmo do governo federal, entidades a favor da Adin pretendem pressionar o ministro Teori Zavascki a retomar o quanto antes o julgamento. Na visão dessas entidades, quanto maior a demora na retomada da análise da ação, maior a probabilidade de haver mudanças de postura de alguns ministros que são contra o financiamento privado das campanhas.

Além disso, essas entidades temem algum tipo de manobra dos partidos no Congresso relacionada a legislações sobre o tema, o que poderia transformar a Adin em uma ação jurídica inócua. No Congresso e Senado já se fala da possibilidade de aprovação de novas regras para o financiamento de campanha. A possibilidade mais ventilada é a aprovação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) legitimando as doações, conforme sugestão do grupo de trabalho sobre reforma política coordenado pelo deputado Cândido Vacarezza (PT-SP). Pela PEC, estão previstos três tipos de financiamento: o público, o privado e o misto (privado/público). Os críticos afirmam que a proposta regulamenta o financiamento privado das campanhas.

Dúvida

Apesar da decisão da Adin no STF caminhar para uma maioria, existe uma dúvida dos ministros quanto à possibilidade de “modulação” da decisão, ou seja, de se dar uma aplicação a essa norma. O próprio presidente do Supremo defende que oSTF não module uma eventual proibição do financiamento privado, deixando a questão de como ficará o custeio das campanhas para o Congresso Nacional. O ministro Luiz Fux, do outro lado, acredita que o STF pode determinar algumas regras temporárias para o caso enquanto o Congresso não se manifeste oficialmente sobre o tema.

Os ministros contrários à modulação sobre o financiamento de privado afirmam que a Corte pode receber mais críticas do que o necessário caso determine as regras para o financiamento das campanhas eleitoras do ano que vem.

BANGLADESH TEM 18 MORTOS EM ELEIÇÃO

A polícia em Bangladesh atirou em manifestantes e ativistas da oposição incendiaram mais de 100 postos de votação neste domingo durante eleições nacionais boicotadas pela oposição e descritas como falhas pela comunidade internacional. Ao menos 18 pessoas foram mortas na violência relacionada ao pleito.

A recusa do primeiro-ministro Sheikh Hasina de atender à exigência da oposição de deixar o cargo e indicar um governo interino neutro para supervisionar a eleição levou ao boicote, o que prejudica a legitimidade do pleito. Ativistas de oposição vêm realizando ataques, greves e bloqueios nos transportes em ações que já deixaram pelo menos 286 mortos desde o ano passado.

A quantidade de pessoas que compareceu para a votação parece ter sido baixa, embora os números oficiais ainda não sejam conhecidos. Em um centro de votação no subúrbio de Daca, um envolvido na votação disse que cerca de 500 pessoas haviam deixado seu voto até as 14h no horário local, cerca de duas horas antes do fechamento das urnas. O centro tem mais de 4,1 mil eleitores cadastrados.

Sem a participação da oposição, não houve disputa para mais da metade dos assentos no Parlamento e a vitória foi da governista Awami League. Em um comunicado, o porta-voz da oposição Mirza Fakhrul Islam Alamgir pediu que a população rejeite as eleições, as quais chamou de "sem sentido".

A contagem de votos começou após o fechamento das urnas neste domingo. O resultado oficial é esperado para a manhã de segunda-feira.

A oposição anunciou ainda uma nova greve geral de 48 horas que deve começar nesta segunda. O objetivo é fazer com que as eleições sejam anuladas.

Fonte: Associated Press e Dow Jones Newswires.

MAIOR CRAQUE DO FUTEBOL PORTUGUÊS MORRE AOS 71 ANOS

Eusébio da Silva Ferreira, considerado o melhor jogador português de todos os tempos, morreu neste domingo aos 71. O ex-craque, que tinha a saúde debilitada havia algum tempo, sofreu uma parada cardiorrespiratória, informou o Benfica, clube que ele defendeu na maior parte da carreira.

Conhecido como "Pantera Negra", Eusébio sofria diversos problemas de saúde desde 2012, quando foi hospitalizado por causa de um derrame cerebral enquanto acompanhava a seleção portuguesa na Eurocopa, na Polônia.

MORRE MÃE DO DEPUTADO ARNALDO MELO

Francisca Alves de Sousa Melo estava com 86 anos na manhã deste domingo (5) foi vítima de insuficiência respiratória, e faleceu no Hospital Procárdio, em São Luís.

Ainda hoje o corpo da måe do deputado será sepultado segundo informações provavelmente às 17h,no Cemitério do Gavião. No momento o corpo está sendo velado no Canto da Fabril.

PARTIDOS DESCUMPREM COTA FEMENINA EM PROPAGANDAS

O Brasil elegeu em 2010 uma mulher presidente da República, mas os partidos ainda deixam de cumprir as cotas obrigatórias de participação feminina. Só no Estado de São Paulo, 25% das legendas foram alvo de representação da Procuradoria Regional Eleitoral por não reservarem o espaço mínimo exigido pela lei para suas filiadas aparecerem na propaganda partidária. Dessas oito siglas, seis já foram condenadas pelo Tribunal Regional Eleitoral paulista (TRE-SP) à perda de tempo nas peças veiculadas em São Paulo.

PT, PMDB, PSC, PDT, PSB, PP, PSDB e PV foram acionados por não dedicarem, segundo o Ministério Público Federal, pelo menos 10% do tempo das propagandas partidárias no primeiro semestre de 2013 à promoção e participação política femininas. A cota para mulheres nas peças foi instituída em 2009.

Apenas PDT e PMDB tiveram suas representações julgadas improcedentes, mas o MPF já recorreu das decisões. Já os partidos condenados reclamam do critério adotado pela Justiça e afirmam que utilizam mulheres nas propagandas partidárias. Todos recorreram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nas decisões, o TRE adotou o mesmo entendimento da Procuradoria de que só a presença de mulheres nas propagandas não configura promoção da participação feminina. A sanção para quem desrespeita a cota é a perda de cinco vezes o tempo que deixou de ser direcionado para promoção feminina. A pena é aplicada no semestre seguinte à condenação definitiva.

Os partidos condenados divergem da interpretação da lei dada pela Justiça. O diretório paulista do PSB, que usa em suas propagandas a deputada Luiza Erundina, ligada a causas feministas, é um deles. “Pedir para Erundina falar especificamente sobre a participação feminina é querer circunscrevê-la a um tema específico. É até machismo”, afirmou o assessor do diretório, Clóvis Vasconcelos. O PSB alega dedicar mais de 10% do tempo da propaganda à participação feminina.

Já o PSC argumenta que a norma não é clara. “Destinamos mais de 20% do tempo para isso, com mulheres falando do PSC Mulher e outras iniciativas, mas dizem que não serve. Não nos falam o que querem que falemos (nas propagandas)”, reclamou o secretário estadual da sigla, Emanuel Nascimento.

Entendimento análogo segue o PV, que defende uma interpretação mais abrangente da lei. “O Ministério Público quer que a propaganda fique em uma única temática, quando na verdade o objetivo da lei é maior, é dar espaço político para as mulheres” disse o advogado Ricardo Vita Porto, que defende a sigla.

Em nota, o diretório paulista do PSDB afirmou cumprir “rigorosamente a legislação vigente e ter um Secretariado de Mulheres organizado em praticamente todo o Estado com participação efetiva na atuação partidária”. A sigla disse ter nomeado duas obras - Instituto Lucy Montoro e Rede Hebe Camargo - como forma de “prestigiar a participação política feminina”. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Machismo

A postura dos partidos, contudo, é criticada pela professora de Direito Eleitoral da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e procuradora da República no Rio, Silvana Batini. “Por maior que seja a ambiguidade da lei, ela não é vaga a ponto de impedir sua aplicação”, afirmou a professora, para quem as legendas ainda são ambientes preponderantemente masculinos. “Já ouvi muitos membros de partidos falando que não podem fabricar candidaturas, que mulheres se interessam menos pela política. Será que é ela que não se interessa, ou o partido que não abre espaço para essas lideranças?”

Os diretórios estaduais do PP e do PT afirmaram que recorreram ao TSE. O do PMDB disse cumprir as normas e que o núcleo feminino da sigla

EM ESTADO GRAVE CANTOR NELSON NED É INTERNADO

O cantor Nelson Ned d'Ávila Pinto, mais conhecido como Nelson Ned, foi internado no Hospital Regional de Cotia na tarde deste sábado, com um quadro grave de pneumonia.

Segundo informou a assessoria do hospital, localizado na Grande São Paulo, o cantor está estável.

Com problemas financeiros e de saúde, Ned vivia em uma casa de saúde em São Roque, interior de São Paulo. O cantor, que sofreu um acidente vascular cerebral em 2003, perdeu a visão do olho direito e vive em uma cadeira de rodas. Ele também sofre de diabetes e hipertensão arterial e foi diagnosticado com o Mal de Alzheimer em seu estágio inicial.

Trajetória

Nascido em Ubá, em Minas Gerais, em 2 de março de 1947, "O Pequeno Gigante da Canção", como ficou conhecido, fez grande sucesso cantando músicas românticas nos anos 1960 e 1970, tanto no Brasil como em outros países da América Latina.

Durante sua carreira, Ned gravou 32 discos em português e espanhol e vendeu cerca de 45 milhões cópias, sendo que o seu maior sucesso foi a música "Tudo Passará".

Tendo dividido o palco com cantores conhecidos internacionalmente como Júlio Iglesias e Tony Benett, chegou em uma das suas turnês pelos Estados Unidos a se apresentar no Carnegie Hall e no Madison Square Garden, ambos em Nova York.

Nos anos 1990, converteu-se e passou a cantar músicas evangélicas.

Lançou em 1996 a biografia "O Pequeno Gigante da Canção", uma referência à sua condição de anão (o cantor mede apenas 1,12 metro de altura)

EM CALÇA JUSTA: GOVERNADORA TEM 24 HORAS PARA PRESTAR INFORMAÇÕES SOBRE SEGURANÇA A PROCURADOR

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney, tem até segunda-feira (6) para prestar informações ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sobre as providências tomadas para evitar novas mortes no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. Este ano, dois detentos morreram no interior do presídio. Um deles foi encontrado morto em uma cela de triagem com sinais estrangulamento e o outro foi vítima de golpes de uma arma artesanal com ponta de ferro aguda, semelhante a uma lança (chuço), durante briga de integrantes de uma facção criminosa.

No ano passado, 60 pessoas morreram no interior do presídio, segundo relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O documento foi produzido com base em inspeções no sistema prisional do Maranhão, em parceria com o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), presidido por Janot. O pedido de informações foi encaminhado pelo procurador-geral no dia 19 de dezembro, após a morte de cinco presos – três deles decapitados - em uma briga entre facções no Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas.

As respostas da governadora poderão subsidiar um eventual pedido de intervenção federal no estado devido à situação dos presídios. O possível pedido também levará em conta o relatório do CNJ, que destaca a necessidade de se intensificar a cobrança, para que as autoridades maranhenses cumpram as recomendações feitas pelo próprio Conselho, pelo CNMP e pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Em dezembro, também em razão das mortes provocadas por brigas entre facções rivais em Pedrinhas, a OEA pediu ao governo brasileiro a redução imediata da superlotação das penitenciárias maranhenses e a investigação dos homicídios ocorridos.

Na noite de ontem (3), foram registrados quatro atos de vandalismo envolvendo incêndio a ônibus em São Luís. Na avaliação das autoridades, os ataques foram em reação às medidas adotadas para combater a criminalidade nas unidades prisionais da capital, que receberam reforço da Polícia Militar no fim de dezembro. O governo maranhense informou que identificou os mandantes e os executores dos atos.

Em nota divulgada em seu site, o governo reafirma que "não compactua com atos de violência e que continua agindo em conjunto com todos os setores e órgãos que atuam na defesa dos direitos humanos e daqueles que promovem a garantia da justiça e segurança", e informa que a Polícia Militar está adotando providências complementares nas unidades prisionais de São Luís, entre elas "a ampliação da vigilância com videomonitoramento, a intensificação das revistas nas celas e o aumento da fiscalização interna com o Batalhão de Choque e da fiscalização externa com rondas".

MAIS DE 30 GESTORES CONDENADOS NOS ULTIMOS DOIS ANOS PELO TJ-MA

Trinta e um prefeitos e ex-prefeitos foram condenados pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, entre 2012 e 2013, por envolvimento em algum tipo de crime no exercício do cargo. As penas variam de perda de cassação de mandato à prestação de serviços à comunidade. No mesmo período, a corte recebeu 38 denúncias contra gestores públicos municipais, apresentadas pelo Ministério Público do estado.

Entre os crimes incluem-se improbidade administrativa, atraso ou fraude na prestação de contas, lesão ao erário, desvio de verbas, falsidade ideológica, contratação de servidores sem concurso, fraude em licitações, falta de comprovação de aplicação de recursos do Fundo Municipal de Saúde, má aplicação dos recursos do Fundeb, fragmentação de despesas e dispensa irregular de licitações.

De acordo com levantamento do tribunal, foram condenados, em 2012, os prefeitos Raimundo Galdino Leite (São João do Paraíso), Mercial Lima de Arruda (Grajaú), João Batista Freitas (São Vicente Férrer), Agamenon Lima Milhomem (Peritoró), Lenoílson Passos da Silva (Pedreiras), Antonio Marcos de Oliveira (Buriticupu), Francisco Xavier Silva Neto (Cajapió), Glorismar Rosa Venâncio, a Bia Venâncio (Paço do Lumiar), Lourêncio de Moraes (Governador Edison Lobão), Rivalmar Luís Gonçalves Moraes (Viana), Cleomaltina Moreira (Anapurus), Socorro Waquim (Timon), José Ribamar Rodrigues (Vitorino Freire), Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin (Barra do Corda), João Alberto Martins Silva (Carolina), José Francisco dos Santos (Capinzal do Norte) e Ilzemar Oliveira Dutra (Santa Luzia).

Constam ainda os ex-prefeitos Raimundo Nonato Jansen Veloso (Pio XII), José Reinaldo Calvet (Bacabeira), Francisco Rodrigues de Sousa (Timon) e Jomar Fernandes (Imperatriz).

Na lista de gestores e ex-gestores que sofreram condenação, em 2013, estão Francisco Xavier Silva Neto (Cajapió), Deusdedith Sampaio (Açailândia), Ademar Alves de Oliveira (Olho D’água das Cunhãs), José Vieira (Bacabal), Francisco Rodrigues de Sousa, o “Chico Leitoa” (Timon), Cláudio Vale de Arruda (Formosa de Serra Negra), Ilzemar Oliveira Dutra (Santa Luzia), Maria José Gama Alhadef (Penalva), Raimundo Nonato Jansen Veloso (Pio XII) e Francisco das Chagas Bezerra Rodrigues (Riachão).

Cassação Foram punidos com a cassação do mandato os prefeitos Francisco Xavier Silva Neto (Cajapió) e Glorismar Rosa Venâncio, a Bia Venâncio (Paço do Lumiar), ambos por improbidade administrativa.

Além da pena de cassação, os desembargadores aplicaram penas de bloqueio de repasses estaduais e federais, detenção em regime aberto, convertida em prestação de serviços à comunidade, afastamento, pagamento de multa de cinco vezes o valor da remuneração e a inabilitação ao exercício de cargo ou função pública pelo prazo de cinco anos. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-MA.

PRESIDENTE DILMA APROVEITOU O DIA DE SOL NA PRAIA

Nas fotos, a presidente aparece de biquíni e boné branco dentro do mar.
A presidente Dilma Rousseff foi fotografada neste sábado (4) durante um banho de mar. Ela estava com a família na praia de Viração, na Ilha dos Frades, em Salvador.

Nas fotos, a presidente aparece de biquíni e boné branco dentro do mar.

Dilma deixou Brasília no dia 26 de dezembro acompanhada da mãe, da filha, do genro e do neto para passar a virada de ano na Bahia.

MORRE JAMES AVERY, O TIO PHIL DA SÉRIE " UM MALUCO NO PEDAÇO"

Morreu, na noite de terça-feira (31), em um hospital em Glendale, Califórnia, o ator norte-americano James Avery, famoso principalmente por seu trabalho na pele do austero patriarca da família Banks, Tio Phillip, da série Um Maluco No Pedaço. Exibida entre 1990 e 1996, a atração, até hoje incansavelmente reprisada pelo SBT, foi a responsável por revelar o ator Will Smith.

De acordo com o site TMZ, Avery, 65 anos, morreu após sofrer complicações em decorrência de uma cirurgia no coração. De acordo com fontes, a mulher do ator, Barbara, que o acompanhou ao longo de todo o pós-operatório, deixou o quarto do marido apenas uma vez desde a intervenção - e, quando voltou, ele estava morto.

Avery teve uma extensa carreira na dramaturgia, tendo atuado em mais de uma centena de produções ao longo de três décadas no ramo. Esteve em mais de duas dezenas de filmes, a maioria produções de pouca repercussão ou produzidas especialmente para a televisão. E foi justamente nela em que o ator encontrou o sucesso.

Além da atuação em episódios de diversas séries, com destaque para L.A Law, Dallas e Grey´s Anatomy, Avery se viu bastante bem-sucedido em trabalhos de dublagem. Entre outras, gravou vozes para personagens em atrações como As Tartarugas Ninja, Os Caça-Fantasmas, Aladdin e Homem de Ferro.

Em Um Maluco no Pedaço, o ator divertiu -e diverte até hoje - gerações na pele do milionário patriarca da família Banks, um juiz que mora com a mulher, os três filhos e o mordomo em uma mansão em Bel-Air, Los Angeles, que vê a vida pacata mudar para sempre com a chegada do sobrinho malandro, fugido da Filadélfia por causa de uma briga com conhecidos do bairro humilde.

No ano passado, Avery apareceu em três filmes feitos para a televisão - área em que se concentrava grande parte de seus trabalhos -, o último deles, Go, Bolivia! Go!, mas parecia não ter nenhum projeto em andamento atualmente.

O ator e dançarino Alfonso Ribeiro, que interpretou o divertido e mimado Carlton Banks na série de comédia, lamentou a morte do ex-colega e amigo. "O mundo perdeu um homem realimente especial. Embora ele tenha interpretado meu pai na TV, ele era uma maravilhosa figura paterna para mim na vida real. Sentirei muito sua falta", ele escreveu.

MORRE ATRIZ DO FILME O VENTO LEVOU

Alicia Rhett, atriz mais velha do elenco do filme “E o Vento Levou” (1939), faleceu na última sexta-feira (3), na Carolina do Sul, nos Estados Unidos, aos 98 anos.

Os funcionários da aposentados em que ela vivia confirmaram o óbito à agência de notícias “Reuters”. A causa da morte, no entanto, ainda não foi revelada.

No longa, baseado no romance de Margaret Mitchell, Alicia viveu Ashley Wilkes.

A BARBÁRIE EM PRESÍDIO FORRA DE CONTROLE

Com informações da Veja

Um dos mais violentos e superlotados complexos penitenciários do Brasil, Pedrinhas choca o país com cenas de bestialidade e detentos mortos em série, expondo o colapso do sistema prisional do Maranhão

De Eduardo Gonçalves

Às vésperas da virada do ano, o governo do Maranhão anunciou o envio de 60 homens da Polícia Militar e do Batalhão de Choque para atuar na segurança do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, que chocou o país com cenas de barbárie medieval: decapitações, detentos esfolados vivos e cadáveres empilhados após brigas de facções criminosas. A ação da governadora Roseana Sarney (PMDB) tinha um objetivo claro: evitar uma intervenção federal –precisamente, o envio de tropas do Exército –em assuntos internos do Estado. No entanto, logo no segundo dia do ano, Pedrinhas contabilizou mais duas mortes em circunstâncias não menos cruéis: um preso foi estrangulado até morte e outro foi perfurado dezenas de vezes por um “chuço” –objeto pontiagudo fabricado pelos detentos, similar a uma pequena lança O número de presos assassinados chega a 62 desde janeiro do ano passado.

Roseana tem até esta segunda-feira para responder a um questionamento do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sobre a crise que não consegue estancar no complexo penitenciário. Cabe a Janot acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) por uma intervenção federal no presídio. Pedrinhas é o maior complexo penitenciário do Maranhão, com capacidade para abrigar 1.700 homens. No entanto, atualmente há 2.200 encarcerados no local.

Não bastasse o caos no interior do presídio, os criminosos encarcerados também tentaram dar uma demonstração de força contra o governo maranhense. Após revistas nas celas de Pedrinha –foram apreendidas dezenas de celulares e uma pistola –nesta sexta, os detentos ordenaram uma onda de ataques nas ruas de São Luís. Quatro ônibus foram incendiados, uma delegacia foi alvo de tiros e um policial militar foi assassinado. Cinco pessoas sofrera queimaduras, entre elas uma criança de seis anos que está em estado grave. A Secretaria de Segurança Pública confirmou que a ordem para os ataques partiu de dentro de Pedrinhas.

Três pessoas suspeitas de participar do ataque a ônibus na cidade de São Luís foram presas na noite da sexta-feira, informou o Sistema de Segurança do Maranhão na tarde deste sábado. Tanto a Polícia Militar (PM) como da Polícia Civil aumentaram o efetivo na região a fim de controlar a onda de ataques.

O cenário de barbárie foi decrito em um relatório produzido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com base em uma inspeção feita em dezembro. O documento foi enviado ao presidente do CNJ e do Supremo, Joaquim Barbosa, e ao procurador-geral da República. A conclusão do documento é aterradora: uma penitenciária superlotada controlada por facções criminosas e um governo omisso e “incapaz de apurar, com o rigor necessário, todos os desvios por abuso de autoridade, tortura, outras formas de violência e corrupção praticadas por agentes públicos”. O texto é assinado pelo juiz auxiliar da presidência do CNJ, Douglas de Melo Martins.

Histórico –Segundo o documento, os sucessivos motins e as execuções são resultado de uma briga histórica entre dois grupos de criminosos, um da capital, e o outro do interior, apelidados de “baixadeiros”. Atualmente, três facções atuam no local: Primeiro Comando do Maranhão e Anjos da Morte, formada por presos do interior, e o Bonde dos 40, a mais violenta do presídio e organizada por presos da capital.

Quando chegam a Pedrinhas, os novos presos são forçados a aderir a uma das facções e informados da principal lei vigente no presídio: quem não obedecer aos líderes dos pavilhões será sentenciado à morte. Além de conseguir levar drogas e dinheiro para o presídio por meio de familiares, alguns são obrigados a entregar a mulher, namorada ou familiares para serem abusadas pelo líderes das facções. “Eles obriga os detentos presos por crimes menores a prostituírem as próprias esposas, namoradas, sobrinhas e até filhas. O detento que não aceita as regras impostas acaba pagando com a própria vida. Casos de estupro acontecem rotineiramente”, disse Martins ao site de VEJA.

A prática de abuso sexual é facilitada pelo modo como são realizadas as visitas íntimas. “As mulheres são postas todas de uma vez nos pavilhões e as celas são abertas. Os encontros íntimos ocorrem em ambiente coletivo”, afirma o documento. Além das brigas entre facções rivais, o desentendimento entre os presos em relação a visitas íntimas é o principal motivo das mortes ocorridas no último ano.

Sem controle –O método da tortura também é recorrente nos crimes. Um vídeo citado pelo documento mostra um detento vivo com a pele da perna dissecada, expondo músculos e ossos, antes de ser executado. Outras gravações e fotos mostram detentos decapitados. Segundo o texto, uma das vítimas foi encontrada na lixeira do presídio, com partes do seu corpo distribuídas em sacos de lixo. “Presenciei uma situação em que, depois de decepare a cabeça do indivíduo, eles abrem a barriga e a colocam dentro, espalhando as vísceras”, afirma Martins.

Após a vistoria realizada no mês passado, o relatório concluiu que a situação do presídio está fora de controle. “Verificou-se que não há mais condições de manter a integridade física dos presos, seus familiares e de quem mais frequente os presídios de Pedrinhas”, informou o documento.

Nos autos, Martins afirma que os agentes penitenciários tinham que negociar com os presos para ter acesso aos pavilhões e tinham medo deles porque a equipe do CNJ estava inspecionando a unidade em dia de visita íntima, que poderia ser interpretado como um “ato de desrespeito” por parte dos detentos. Martins relata que atiraram um olho humano nele durante a vistoria.

Estupros

Relatório do CNJ denunciou a prática de abuso sexual contra esposas, irmãs e filhas de presos pelos chefes das organizações criminosas. Segundo o juiz do CNJ Douglas de Melo Martins, encarcerados por crimes menores prostituem familiares para não serem mortos pelos líderes das facções, que ditam as regras no presídio. As visitas íntimas acontecem com as celas abertas e em ambientes coletivos.

Distúrbios mentais –Outra denúncia grave feita pelo CNJ é a convivência de portadores de distúrbios psiquiátricos com presos comuns, em Pedrinhas, por falta de vagas em unidades de saúde para internação cautelar. “Este fato por si só já constitui grave violação de direitos humanos, mas poderá ter outras consequências, tais como eventual extermínio dos doentes mentais.”

Por fim, o magistrado pede providências urgentes para conter a onda de violência em Pedrinhas como a construção de novas penitenciárias no Estado. Após as denúncias, o governo do Maranhão anunciou que sete prisões serão construídas e duas estão em fase final de conclusão, todas no interior maranhense. Roseana também mobilizou a Polícia Militar para assumir a segurança do presídio. Antes da virada do ano, Pedrinhas foi vistoriada por agentes da Força Nacional de Segurança e a Tropa de Choque da PM que apreendeu cerca de 300 armas artesanais, celulares e drogas no local.

Em nota, o governo explicou que “o agravamento da situação no sistema penitenciário ocorreu depois que foram tomadas medidas saneadoras, como a reestruturação das unidades prisionais, a mudança de comando nas Polícias Civil e Militar e na Secretaria de Administração Penitenciária do Estado (Sejap)”. O governo também afirmou que está agindo em conjunt com outros setores e órgãos dos direitos humanos par “devolver a normalidade” ao presídio e “assegurar os direitos e a integridade de seus usuários”.

MEC DIVULGA RESULTADO DO ENEM 2013

Os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013 já podem consultar o resultado do exame. O Ministério da Educação (MEC) divulgou no fim da noite desta sexta-feira as notas na internet. Para consultar o resultado, o estudante deve usar a senha do Enem e o número de inscrição ou o CPF. Quem perdeu a senha pode recuperá-la no próprio site. No ano passado, cerca de 5 milhões de estudantes fizeram o Enem.

Aqueles que têm dúvida sobre o gabarito, podem consultá-lo aqui. No entanto, é preciso lembrar que no Enem, a correção é feita usando a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), em que o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item em que grande número dos candidatos acertaram será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. Já o estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por aquele item. Dessa forma, não é possível calcular a nota final apenas contabilizando o número de erros e acertos em cada uma das provas.

Para ajudar a entender o cálculo da nota, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou uma ferramenta no site, onde é possível verificar, de acordo com a pontuação, as competências dominadas e as que se tem dificuldade.

Os candidatos ainda não têm acesso ao espelho da redação, onde serão disponibilizadas as notas individuais em cada uma das cinco competências exigidas no texto. O Inep ainda não tem previsão de data para a divulgação do espelho da redação. No ano passado, ele foi divulgado um mês após a nota da prova. A divulgação é apenas para fins pedagógicos. Nem a nota divulgada nesta sexta-feira, nem a correção da redação cabem recurso.

A nota do Enem pode ser usada para a participação em programas como o Sistema de Seleção de Unificada (Sisu) que seleciona estudantes para vagas no ensino superior público; o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que seleciona estudantes para vagas gratuitas em cursos técnicos. Além disso é pré-requisito para firmar contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para a obtenção de bolsas de intercâmbio pelo Programa Ciência sem Fronteiras.

As vagas são ofertadas por meio de editais. O primeiro, do Sisu, já teve o cronograma divulgado. Na segunda-feira (6) serão abertas as inscrições, que vão até as 23 horas e 59 minutos do dia 10 de janeiro, no horário de Brasília. O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 13 de janeiro e o da segunda, no dia 27. No site do programa estão disponíveis as vagas ofertadas.

Durante todo o dia, os candidatos usaram o botão F5 - do teclado do computador - para atualizar a página do Enem na internet, já que o ministério informou que o resultado estaria disponível a partir desta sexta-feira, mas sem especificar o horário.

Nas redes sociais, os estudantes chegaram a brincar com a espera da divulgação do resultado. Um usuário do Twitter disse: "É hoje que o botão F5 quebra de tanto atualizar o site do Inep". Outro respondeu: "já quebrou". No microblog, o termo Enem está entre os dez tópicos mais publicados no Brasil. Uma usuária postou: "As notas do Enem ainda não foram divulgadas porque Deus está operando um milagre na minha". Outro disse: "Essa nota do Enem poderia sair logo! Isso tá virando tortura".

PROGRAMA DANIEL DE JESUS - TV METROPOLITANA 58 E TV ALTERNATIVA 35

Participe de nossa programação envie sua sugestão de pauta ou denuncia para 98 981913020 Whatsapp.