Roseana precisa explicar participação da PM em despejo ilegal em São José de Ribamar

É preciso que o governo do Estado se pronuncie e o comando da Polícia Militar explique a desastrosa e ilegal ação de despejo promovida – sem ordem judicial – no último domingo na localidade Engenho em São José de Ribamar.

Mais de dez homens da PM expulsaram os moradores de suas casas, e segundo o deputado Bira do Pindaré, que foi ao local tentar evitar o despejo, eles diziam que cumpriam ordens superiores.

Na avaliação do deputado, a ação realizada é completamente irregular, pois não se tratava de uma reintegração de posse e sim de um interdito proibitório nas terras de Geniparana e não Engenho; não havia Oficial de Justiça acompanhando a ação; a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia não foi notificada; a ação aconteceu em um domingo e a comunidade não foi avisada.

- Eu tenho que apelar ao bom senso de quem governa o Estado, para que respeite a dignidade do nosso povo, para que respeite a nossa população, para que não trate o cidadão maranhense dessa forma. Nós não estamos falando de invasores, nós estamos falando de pessoas que têm a posse daquelas terras, há mais de 40 anos –desabafou.

Bira encaminhará as filmagens, as fotografias e o relato dos moradores da comunidade do engenho ao Ministério Público, às Corregedorias e ao Conselho Nacional de Justiça.

É para isso que serve a polícia de Roseana!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncie!