CAPACETE EVITOU MORTE INSTANTÂNEA DE SCHUMACHER

Os médicos responsáveis pelo tratamento de Michael Schumacher no hospital universitário da cidade de Grenoble, na França, destacaram a importância que o capacete teve para preservar a vida do ex-piloto de Fórmula 1. Apesar de o alemão estar internado em estado bastante grave com uma lesão cerebral importante, a proteção evitou uma morte instantânea.

Heptacampeão de F1, Schumacher esquiava com o filho nos alpes franceses fora das pistas da estação de Méribel quando sofreu uma queda e bateu com a cabeça contra uma rocha. Ele foi socorrido rapidamente e trasladado de helicóptero, ainda consciente, a um hospital da região.

“O capacete obviamente ajudou. Caso contrário, ele nem estaria aqui”, disse o médico Jean-François Payen, em conferência de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira. “Ele teve um impacto do lado direito da cabeça. Chegou agitado e estável ao hospital, teve movimentos espontâneos”, acrescentou o especialista.

Schumacher está em coma induzido para aliviar a pressão cerebral, e os médicos se recusaram a fazer prognósticos sobre a recuperação do ex-piloto. “Não podemos especular”, declarou Payen.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncie!