Segundo suspeito de participar da morte de Smith é assassinado



Foi encontrado enforcado, no início da noite deste domingo (15), na CCPJ de Pedrinhas, Jonathan João Nunes, de 19 anos, um dos envolvidos na morte do empresário e paisagista Daniel Smith, morto no último dia 5. Jonathan João Nunes estava no bloco D da CCPJ e a polícia suspeita que ele tenha sido assassinado por outros detentos.
(Foto: Reprodução)
Esse é o segundo envolvido no caso que é assassinado. Na última quinta-feira (12), Eduardo Pedro Melonio, de 17 anos, que segundo a polícia também estava sendo procurado por participação no sequestro e morte do paisagista, foi executado com vários tiros de pistola .40, no Parque Novo Horizonte, no município de Paço do Lumiar. Segundo informações da Polícia Militar, o crime foi praticado dentro da casa da vítima por três homens.
Um adolescente de 17 anos confessou ser o autor dos disparos que matou o paisagista Daniel Prado Smith. A polícia chegou ao menor por meio do rastreamento telefônico da vítima, que estava em poder do assassino confesso. O menor continua em poder da polícia.
Entenda o caso
Daniel Smith foi visto pela última vez ao sair de sua residência, no bairro do Calhau. A família do paisagista deu conta de seu sumiço depois que a polícia encontrou o carro dele abandonado no Araçagi. A polícia encontrou o corpo do paisagista no Altos dos Calhau. Segundo a polícia, o corpo do empresário estava amarrado e com várias escoriações.

com informações  do G1/MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncie!