Após assalto, mulher persegue, atropela e mata bandido em Teresina

O fato aconteceu por volta das 10h desta segunda-feira (16) na Zona Leste.
Mulher saiu em perseguição ao criminoso após ser assaltada.

Uma mulher atropelou e matou um assaltante por volta das 10h desta segunda-feira (16) na Zona Leste de Teresina. O fato aconteceu após uma perseguição. O homem foi identificado como Rafael da Costa Barros, 30 anos, e teria assaltado a mulher no bairro Morada do Sol. A motorista, que dirigia um veículo modelo Sentra, saiu em perseguição ao assaltante até a Vila Uruguai.
Após assalto, mulher persegue, atropela e mata criminoso em Teresina (Foto: Gil Oliveira/G1 Piauí)
Populares que presenciaram a cena relataram que viram quando o veículo passou em alta velocidade perseguindo o assaltante, que estava em uma moto. O homem chegou a ter parte do corpo esmagada. A mulher não teve a identidade revelada e foi levada por um familiar.

“A vítima do assalto estava chegando a um salão de beleza quando foi abordada. Ela resolveu sair em perseguição ao assaltante e durante o caminho foi fazendo contato com os seus familiares. Quando chegou no ponto em que o fato aconteceu, ela jogou o carro em cima do assaltante, que foi arrastado por cerca de 30 metros até o matagal. Não sabemos a identidade dela, mas acreditamos que ela deverá se apresentar com um advogado”, disse o tenente coronel Márcio Oliveira.

Suspeito de assalto foi arrastado 50 metros pelo carro
Antes de assaltar a vítima que o perseguiu, o suspeito teria cometido um outro crime. A vendedora autônoma Ronivalda Gomes, foi até o local onde aconteceu o atropelamento e reconheceu o criminoso como sendo o assaltante que levou a sua bolsa por volta das 8h30 na Avenida Nossa Senhora de Fátima, próximo da Universidade Federal do Piauí.

“Eu estava chegando a uma empresa de segurança quando ele veio pela contramão e me abordou anunciando o assalto e levou a minha bolsa. Fui à polícia e depois me disseram que uma pessoa com as características do assaltante havia sido morta”, disse a vendedora.

De acordo com o comandante de policiamento da capital, coronel Alberto Meneses, o caso será investigado pela Delegacia de Homicídios.


com informações do g1 piaui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncie!