Subprefeituras: descentralizar uma administração ou dividir culpas?

Aproximar, cada vez mais, a Prefeitura da população objetivando tornar mais acessíveis os serviços públicos, além de oferecer aos ribamarenses mais um canal direto para reivindicações e discussão dos problemas de São José de Ribamar.
 

É visando alcançar este objetivo que o prefeito Gil Cutrim (PMDB) implantará nos próximos meses mais uma ação pioneira em São José de Ribamar e no Maranhão: Tratam-se das Administrações Regionais, proposta de campanha apresentada pelo gestor em 2012 e que agora, apenas oito meses depois da eleição, irá tornar-se realidade.
 

Projeto de lei, de autoria do Executivo Municipal, criando seis cargos de Administrador Regional foi aprovado unanimemente pela Câmara Municipal de Ribamar na sessão ordinária da última quarta-feira (17).

 
A aprovação do projeto possibilita que o governo municipal, a partir de agora, crie as Administrações Regionais, cujos núcleos serão implantados em regiões específicas da cidade atendendo todos os moradores dos mais de 90 bairros ribamarenses.

 
“Nosso objetivo é melhorar, cada vez mais, a prestação de serviços aos ribamarenses, que terão uma Administração Regional próxima da sua residência. Fazemos uma administração participativa e acreditamos que com a descentralização do governo, através deste tipo de ação, poderemos alcançar melhor todos os bairros de São José de Ribamar, que é o terceiro maior município do Maranhão em número de habitantes [possui 162.925 habitantes] e possui um território muito espalhado geograficamente”, explicou Gil Cutrim.

 
O projeto Administrações Regionais já vem sendo executado com sucesso em outros municípios brasileiros, em especial os que possuem população a partir dos 150 mil habitantes, como são os casos das cidades paulistas de São Carlos e São Bernardo do Campo.
 
No Maranhão, a iniciativa do prefeito ribamarense é inédita, visto que, São Luís e Imperatriz – as duas primeiras maiores cidades do Estado em população, respectivamente – ainda não aderiram ao projeto ou executaram ações semelhantes.

Fonte:Redação / Ribamais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncie!