Navio atracado pode afundar e causar impactos ambientais



Um dos maiores navios do mundo corre o risco de afundar, no Maranhão, carregado de minério de ferro.
O gigante de 371 metros de comprimento está atracado no porto de Ponta da Madeira, em São Luís, um terminal exclusivo para o transporte de minério da companhia Vale.

Não é possível ver a rachadura, que está submersa, mas um dos lados do navio já está mais baixo do que o outro.

"Entra água, mas com as bombas de lastro que eles têm, bombeia para fora esta água que está em excesso. Existe o risco de afundamento”, disse Calmon Bahia, da capitania dos Portos.

O navio é um dos maiores do mundo. A preocupação dos ambientalistas é com a carga: 260 mil toneladas de minério de ferro. Se o navio afundar, seria um acidente com consequências ambientais gravíssimas.

“Os impactos gerados são de extrema dificuldade de resgate e com malefícios à flora e à fauna aquáticas”, alertou o engenheiro ambiental Lúcio Macedo.

Ainda não se sabe o que provocou a rachadura. Segundo a Capitania dos Portos, uma equipe da empresa sul-coreana que construiu o navio já está a caminho do Maranhão para tentar resolver o problema. A Marinha vai abrir um inquérito administrativo para apurar o caso.

A Vale informou que está acompanhando os procedimentos adotados pela empresa proprietária do navio e pelas autoridades.

FONTE: SISTEMA DIFUSORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncie!