Cadê a Prefeita, procura-se... 40 mil habitantes estão ameaçados de despejo em Paço do Lumiar


União Nacional por Moradia promoveu neste dia 19 de maio de 2011, uma manifestação nacional, para reafirmar a luta pelo Direito à moradia e à cidade, na defesa da participação popular, da reforma urbana e da autogestão nas políticas públicas.
Não podemos assistir calados à tragédia urbana que se abate sobre nossas cidades, bairros sem infra-estrutura, ameaçados de despejo e excluídas de nossas cidades. O movimento defende a autogestão como um avanço de qualidade na produção habitacional e urbana que inclua todos e todas.
Aqui em Paço do Lumiar o movimento foi representado por várias comunidades; Pindoba, Maioba, Zumbi dos Palmares, Residencial Eugênio Pereira, Vila São José, Vila Cafeteira, Iguaiba, Sede, estiveram presentes na manifestação vários representantes de comunidades, Creuzamar, Carlito Reis, Zequinha, Balbina. O objetivo da Protesto em Paço do Lumiar é mostrar a situação de calamidade e abandono que vive as comunidades. Moradia digna não significa somente ter uma casa, mais ter ruas pavimentadas, iluminação pública, educação, saúde, água potável, serviço de esgoto e infra-estrutura.
O movimento teve como ponto de concentração a estrada de São José de Ribamar no Conj. Miaobão e terminaria em frente ao Fórum. Durante a manifestação os juizes da comarca de Paço do Lumiar foram criticados, pois diariamente são expedidos liminares de reintegração de posse de terra beneficiando grandes empresários e grileiros que se dizem proprietários de grandes porções de terras improdutivas. Os manifestantes denunciaram que a justiça quando é para prejudicar os pobres funciona com a maior celeridade, no entanto, quando é para julgar os poderosos a justiça de Paço do Lumiar funciona a paço de tartaruga. A exemplo temos dezenas de processos contra a prefeita de Paço do Lumiar e os juízes não demonstram nenhum interesse de julgá-lhos, enquanto isso, a população está sofrendo as conseqüência da má adminstração da prefeita Bia Arôso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncie!