Pelo menos três morrem durante rebelião em presídio de Pedrinhas

Os detentos do Presídio São Luiz, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital do Maranhão, faziam uma rebelião desde às 9h desta segunda-feira. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, pelo menos três presidiários morreram e um agente foi baleado.

A secretaria disse que os apenados renderam o agente durante uma revista e tomaram sua arma. Baleado na perna e na coluna cervical, o funcionário foi liberado por volta das 11h30 e encaminhado ao hospital. Seu estado de saúde é estável. Três monitores também foram feitos reféns e continuavam em poder dos presidiários às 16h20.

O secretário adjunto de Administração Penitenciária, João Bispo Serejo, e agentes da Polícia Civil e da Polícia Militar, especializados em gerenciamneto de crises, entraram no local para realizar a negociação. De acordo com a secretaria, por volta das 16h, alguns veículos de comunicação foram chamados, à pedido dos presos, para acompanhar o caso.

Ainda não há informações sobre a pauta de reivindicações dos detentos. Segundo a secretaria, o presídio, que tem capacidade para abrigar cerca de 200 pessoas, é ocupado por 80 apenados. Policiais da Tropa de Choque da PM e da Polícia Civil cercavam o local às 16h20.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncie!