terça-feira

NOVA TURMA DO PRONATEC BENEFICIA LUMINENSES





Aula inaugural do Pronatec reuniu 120 jovens e adultos de Paço do Lumiar, com a presença de representantes do Senai e Senac

Mais de 120 jovens e adultos do município de Paço do Lumiar participaram, na manhã desta sexta-feira (17), da aula inaugural dos novos cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Pronatec, em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Semdes).

Estiveram presentes na solenidade, os representantes das instituições ofertantes, Leila Silva, pelo SENAI, Luiz Guterres, do SENAC, e ainda, a Secretária de Desenvolvimento Social, Ivone Oliveira, e os coordenadores da Casa do Trabalhador, Ronilson Botelho e Deuzilene Viegas.

Nesta etapa foram abertas 6 turmas para os cursos de auxiliar administrativo, recepcionista, costureiro, serígrafo e frentista. As aulas têm início no dia 21 de outubro, nos conjuntos Maria Firmina, Roseana Sarney, Maiobão e Vila Cafeteira.

A secretária de Desenvolvimento Social, Ivone Oliveira, ressaltou o resultado do PRONATEC no município, com mais de 700 alunos capacitados apenas no ano de 2013. “Paço do Lumiar é um dos municípios maranhenses que, em apenas 1 ano, qualificou mais pessoas por meio do programa. São pessoas de baixa renda, em situação de vulnerabilidade e a comunidade em geral, que estão tendo oportunidade em suas vidas ”, observou.

Empregos


Mais duas turmas pelo Senai e pelo Senac serão abertas este mês, aumentando a oferta de vagas em cursos profissionalizantes

A secretária acrescentou ainda, que esse dado positivo tem influenciado bastante na abertura de novas vagas no mercado de trabalho local, que tem absorvido essa mão de obra, contribuindo para a geração de emprego e renda para o município.

Para Raelson da Luz Ferreira, 19 anos, aluno do curso de auxiliar administrativo, este é só o começo da sua realização profissional. “Quero ser administrador de empresa, e no Pronatec estou aprendendo as noções básicas da área. Pretendo após o curso, estagiar, ser contratado por uma empresa, e continuar estudando para cursar Administração em nível superior”, contou o jovem.

Novas turmas – Está previsto para ainda este mês, o início de mais 2 turmas de cursos pelo SENAI, e mais 5, pelo SENAC. A expectativa é de que até o final de 2014 sejam ofertadas mais de 300 novas oportunidades de profissionalização para os luminenses.

Mais informações sobre os cursos do Pronatec podem ser obtidas na Casa do Trabalhador, localizada da Avenida 03, do conjunto Maiobão, das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira.

sábado

AÉCIO NEVES ABRE VANTAGEM DE 13 PONTOS SOBRE DILMA ROUSSEF

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, chega para o debate promovido pelo SBT, nesta quinta-feira (16), em São Paulo

Pesquisa ISTOÉ/Sensus realizada entre a terça-feira 14 e a sexta-feira 17 mostra a consolidação da liderança de Aécio Neves (PSDB) sobre a petista Dilma Rousseff no segundo turno da sucessão presidencial. De acordo com o levantamento, o tucano soma 56,4% dos votos válidos, contra 43,6% da presidenta. Uma diferença de 12,8 pontos percentuais, que representa cerca de 19,5 milhões de votos.
Se fossem considerados os votos totais, Aécio teria 49,7%; Dilma, 38,4%; e 12% dos eleitores ainda se manifestam indecisos ou dispostos a votar em branco. A pesquisa indica que nessa reta final da disputa os dois candidatos já são bastante conhecidos pelos eleitores. O índice de conhecimento de Dilma é de 94,4% e de Aécio, de 93,3%. “Com os candidatos mais conhecidos, a tendência é a de que o voto fique mais consolidado”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus.
O levantamento, que ouviu 2.000 eleitores de 24 Estados, revela também a liderança de Aécio Neves quando não é apresentado ao eleitor nenhum candidato. Trata-se da chamada resposta espontânea. Nesse quesito, o tucano foi citado por 48,7% dos entrevistados e a petista, que governa o País desde janeiro de 2011, por 37,8%.
Realizada em 136 municípios, a pesquisa ISTOÉ/Sensus também constatou que a campanha petista não conseguiu reduzir o índice de rejeição à candidata Dilma Rousseff. Quase metade do eleitorado, 45,4%, afirma que não admite votar na presidenta de maneira alguma. Com relação ao tucano, segundo o levantamento, a rejeição é de 29,9%. “Isso significa que a margem de crescimento da candidata Dilma é menor do que a de Aécio”, avalia Guedes. Os números mostram, segundo a pesquisa, uma forte migração para o senador tucano dos votos que foram dados a Marina Silva (PSB) no primeiro turno. “Hoje estamos juntos em torno de um programa para mudar o Brasil”, disse Marina na sexta-feira 17, ao se encontrar com Aécio em evento público na zona oeste de São Paulo.
No QG dos tucanos, a ordem é não deixar nada sem resposta e continuar mostrando ao eleitor os inúmeros casos de corrupção que marcam as gestões petistas, particularmente os quatro anos do governo de Dilma. “Não podemos nos colocar como vítimas. O que precisamos é mostrar nossas propostas, mas em nenhum momento deixar de nos defender com veemência das armações feitas pelos adversários”, disse um dos coordenadores da campanha de Aécio Neves. “Marina tentou apenas fazer a campanha propositiva e acabou atropelada pela máquina de calúnias do PT.” Nessa última semana de campanha, Aécio vai intensificar a agenda em Minas e no Nordeste, principalmente na Bahia, em Pernambuco e no Ceará. Não está descartada a possibilidade de que os nomes de novos ministros venham a ser divulgados pelo candidato. 

com informação de isto é

sexta-feira

FAMEM INTERMEDIA ACORDO PARA LIBERAÇÃO DE RECURSOS DA SAÚDE

Gestores devem procurar a superintendência do BB, em São Luís, ou as agências locais para a devida formalização deconvênios.    A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) intermediou proposta de acordo que resultará na liberação, por parte do Banco do Brasil, de recursos da área da saúde para 163 municípios maranhenses. O repasse está suspenso desde o mês de julho devido a um Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre o Ministério Público Federal e o BB com o objetivo de impedir que as verbas federais repassadas pela União ao Fundo Estadual de Saúde fossem desviadas no momento do seu envio/pagamento para as Prefeituras enquadradas no Bloco MAC (Média e Alta Complexidade). O não repasse dos recursos por parte do Banco do Brasil está ocasionando sérias dificuldades financeiras a estas cidades maranhenses. “Devido a tal situação, não poupamos esforços, através do setor jurídico da entidade, para resolver este impasse visando não mais prejudicar os municípios. Acreditamos que, até o fim deste mês, o pagamento dos recursos estará sendo feito”, afirmou o presidente da Famem, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar). No último dia 13, durante videoconferência realizada na sede da superintendência regional do Banco do Brasil, em São Luís, o setor jurídico da Federação intermediou,junto aos representantes do MPF e BB o seguinte acordo: para não mais continuar prejudicando financeiramente os municípios e suas populações, a instituição bancária formalizará convênios com as 163 Prefeituras para que as mesmas possam emitir boleto de cobrança das suas produções mensais (AIHs) para pagamento pela Secretaria de Estado da Saúde e, desta forma, receber os recursos oriundos da União e repassados ao FES. A proposta, além do Ministério Público Federal e Banco do Brasil, foi aprovada por representantes da Secretaria de Estado da Saúde e da Controladoria Geral da União.   Tal medida, de acordo com o que ficou definido durante a reunião, continuará sendo adotada pelo BB até que a instituição bancária modifique ou altere o seu sistema de travas visando permitir que o mesmo aceite mais de uma transferência de recursos entre entes governamentais. De acordo com o jurídico da Famem, a superintendência regional do Banco do Brasil já está se movimentando no sentido de executar o acordo junto as Prefeituras,as quais devem imediatamente procurar a superintendência da instituição bancária ou mesmo as agências locais para a devida formalização do supracitado convênio. Informações detalhadas sobre o assunto também podem ser obtidas através do telefone 3215 4900.

APROVADA A INTERVENÇÃO FEDERAL NO MARANHÃO

Pedido de intervenção federal para sistema de segurança do Maranhão é aprovado na Assembleia Legislativa.
Solicitação foi feita pelo deputado Bira do Pindaré e segue para sanção da presidente Dilma
Apesar de, por enquanto, terem cessado as manifestações como ataques a ônibus, fugas e rebeliões em presídios, o deputado Bira do Pindaré (PSB) voltou a discutir a questão da Segurança Pública com um pedido de intervenção federal. O pedido, submetido ao Plenário da Assembleia, foi aprovado sem objeções e agora deve ser encaminhado à Presidência da República. O pedido foi baseado no caos em que se encontra o Sistema de Segurança Pública do estado. Caso a intervenção seja aprovada, o Maranhão deverá ser governado, temporariamente, pela autoridade máxima do país, ou seja, a presidente Dilma Rousseff (PT). De acordo com a Constituição, a intervenção poderá ser aprovada nos seguintes casos: “I - manter a integridade nacional; repelir invasão estrangeira ou de uma unidade da Federação em outra; pôr termo a grave comprometimento da ordem pública; garantir o livre exercício de qualquer dos Poderes nas unidades da Federação. Reorganizar as finanças da unidade da Federação que: a) suspender o pagamento da dívida fundada por mais de dois anos consecutivos, salvo motivo de força maior; b) deixar de entregar aos Municípios receitas tributárias fixadas nesta Constituição dentro dos prazos estabelecidos em lei. Prover a execução de lei federal, ordem ou decisão judicial; Assegurar a observância dos seguintes princípios constitucionais: a) forma republicana, sistema representativo e regime democrático; b) direitos da pessoa humana; c) autonomia municipal; d) prestação de contas da administração pública, direta e indireta”, diz o texto constitucional.Na opinião do autor do projeto, o requerimento é de extrema necessidade. “Consiste em um pedido que a presidenta vai ter que analisar, porque ficou comprovado pela situação de Pedrinhas, que vivemos uma situação de comprometimento da ordem pública. A Constituição, em seu artigo 34, prevê que em situações como essa, pode haver intervenção federal, provisória”, afirmou Bira do Pindaré. 

SANTA CATARINA REJEITA PRESOS QUE LIDERAM REBELIÃO NO PARANÁ

Com o fim da rebelião os presos foram escoltados pela Polícia Civil até Curitiba, de onde aguardam a remoção para uma unidade prisional mais adequadaPublicação: 16/10/2014 22:51A Secretaria de Justiça do Paraná estuda para qual presídio serão transferidos os dois presos apontados como líderes da rebelião ocorrida nesta semana na Penitenciária Industrial de Garapuava, e que não puderam ir para outro estado.Nesta quinta-feira (16/10), o Departamento de Administração Penitenciária de Santa Catarina negou o pedido feito pelo Paraná para que os detentos fossem transferidos para o estado vizinho.Segundo a assessoria de comunicação da secretaria, após o fim da rebelião, ambos os presos foram escoltados pela Polícia Civil até Curitiba, de onde aguardam a remoção para uma unidade prisional mais adequada.Outros 29 detentos foram realocados para outros presídios, uma vez que esta foi uma das condições do acordo que encerrou o motim (LINK). Ontem, quando foi anunciado o fim da rebelião, a informação era de que 28 presos seriam transferidos, mas outros três detentos fizeram a mesma exigência, de acordo com a secretaria.Para o diretor da Administração Penitenciária, Leandro Soares Lima, não foram encontradas razões que fundamentassem a transferência, após ser analisada a vida pregressa dos presos e o seu histórico prisional. Outro motivo alegado pelo estado vizinho é que as transferências devem ser solicitadas oportunamente, e não somente em momentos de crise, desde que sejam “notadamente justificáveis”.“O departamento se solidariza com o estado vizinho mas acredita que, a exemplo de Santa Catarina, as crises devem ser enfrentadas internamente e, em casos extremos, solicitado o apoio ao Governo Federal”, avalia o diretor, por meio de nota. Leandro Soares informa que o estado de Santa Catarina aguarda autorização para transferir mais de 50 detentos ao Paraná.Outro argumento utilizado pelo diretor é o de que esse tipo de solução tem se tornado frequente, o que pode gerar uma espécie de cumplicidade com os presos que têm seus pedidos atendidos toda vez que promovem um motim."A ocorrência de rebeliões no estado vizinho tem sido demasiadamente frequente e, a cada crise, novas vagas são solicitadas em Santa Catarina. Aceitar as transferências é estar conivente com a forma que vem sendo utilizada pelos presos paranaenses para conseguirem o atendimento a suas solicitações", diz a nota.

quinta-feira

RELATÓRIO DA CPI DOS COMBUSTÍVEIS SERÁ APRESENTADO NA PRÓXIMA SEMANA.

O presidente da CPI dos Combustíveis, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), anunciou, na sessão desta quinta-feira (16), que o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) já foi concluído e deverá ser apresentado, no início da próxima semana, à Imprensa pelo relator, César Pires (DEM). “Um trabalho detalhado, cuidadoso e realizado com a preocupação de não atribuir culpa a alguém sem ter convicção e sem elementos de comprovação”, garantiu.Othelino disse que, durante o período de investigação, a CPI teve depoimentos de dezenas de testemunhas, entre donos de postos, representantes de distribuidoras e da Agência Nacional de Petróleo (ANP). Segundo o deputado, a Comissão tentou ouvir representantes do Conselho de Administração de Defesa Econômica (CADE), mas, infelizmente, não foi possível.NÃO DEU EM NADA O deputado Othelino seguiu o métier de sempre, o do discurso vazio “Ouvimos também o promotor da ordem tributária, José Osmar Alves, e, enfim, uma grande quantidade de pessoas não só de representantes do setor de vendas e revendas de combustíveis, como o Ministério Público que, recentemente, fez uma investigação e indiciou diversos donos de postos que estavam envolvidos em formação de cartel em São Luís”, disse Othelino Neto em pronunciamento na tribuna.Mercado cartelizado em São LuísO presidente da CPI adiantou que, no relatório, a Comissão detalhará as razões pelas quais, de fato, São Luís tem um mercado de combustíveis cartelizado. “Não se poderia tirar outra conclusão a não ser a de que existe uma combinação entre alguns donos de postos, não todos, mas entre alguns donos de postos, que permitiu uma unificação dos preços. Isso de forma mais acentuada e mais evidente no período a partir de abril deste ano”, revelou o deputado.Segundo Othelino, a CPI apresentará o relatório à sociedade ludovicense e o encaminhará às instituições responsáveis pela apuração, como o Ministério Público, para que junte essas informações ao seu procedimento. Além disso, o documento será enviado à ANP, para que tome também as devidas providências na sua alçada, e, finalmente, ao CADE para que possa tomar conhecimento e as medidas cabíveis.O deputado lembrou que o CADE anunciou, nesta semana, na Imprensa, que está conduzindo também uma investigação e que, provavelmente, acabará punindo proprietários de postos de combustíveis em São Luís e pessoas físicas.“Enfim, o trabalho feito com muito cuidado está pronto e a Assembleia sinalizou muito bem para a sociedade com um assunto que incomodava a todos, que era o aumento abusivo dos preços dos combustíveis. Assim, esse Parlamento deve se comportar sempre com sensibilidade, com os ouvidos e os olhos atentos às demandas e aos anseios da sociedade maranhense”, finalizou Othelino Neto.

com informações de Sílvia Teresa

PREFEITO DE SANTO ANTÔNIO DOS LOPES É ACIONADO NO MINISTÉRIO PÚBLICO.

Do GI

A Promotoria de Justiça da Comarca de Santo Antônio dos Lopes ingressou, no último dia 7, com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra Eliomar Alves de Miranda e Roberval Campelo da Silva (foto), ex-prefeito e prefeito de Capinzal do Norte, respectivamente.A ação foi motivada por uma dívida, de quase R$ 1,8 milhão, do Município junto à Companhia Energética do Maranhão (Cemar). Os valores referem-se a um acordo firmado entre a prefeitura e a Cemar em setembro de 2010, além de contas em aberto do período de maio de 2012 a junho de 2013.Roberval Campelo da Silva:devendo os ''olhos da cara''Autor da ação, o promotor de justiça Júlio Aderson Borralho Magalhães Segundo ressalta que a inadimplência vem gerando uma enorme dívida em juros e multa, além da possibilidade de suspensão no fornecimento do serviço, o que já aconteceu e foi revertido por decisão judicial.O promotor também observa que, embora no processo existam acordos e confissões de dívida, em momento nenhum o Município apresentou as leis orçamentárias com a previsão dos pagamentos.Caso sejam condenados por improbidade administrativa, Eliomar Alves de Miranda e Roberval Campelo da Silva estarão sujeitos ao ressarcimento integral do dano, à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por três a cinco anos, ao pagamento de multa de até 100 vezes a remuneração recebida no cargo de prefeito e à proibição de contratar ou receber qualquer tipo de benefício do poder público pelo prazo de três anos.

AÉCIO TEM 51% e DILMA 49% DOS VOTOS VÁLIDOS APONTA IBOPE

Levantamento com 3.010 eleitores foi feito entre os dias 12 e 14 de outubro.
Margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.



Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (15) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
- Aécio Neves (PSDB): 51%
- Dilma Rousseff (PT): 49%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo.

O Ibope afirma que o cenário para o segundo turno está indefinido e, neste momento, sem tendência visível de crescimento ou de queda para Aécio ou Dilma.

Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

- Aécio Neves (PSDB): 45%
- Dilma Rousseff (PT): 43%
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 5%

Na margem de erro, os candidatos estão empatados tecnicamente.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 9, Aécio tinha 46% e Dilma, 44%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 204 municípios entre os dias 12 e 14 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01097/2014.
 

Rejeição
O Ibope perguntou, independentemente da intenção de voto, em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum. Veja os números:
Dilma - 36%
Aécio - 35%

Expectativa de vitória
O Ibope também perguntou aos entrevistados quem eles acham que será o próximo presidente da República, independentemente da intenção de voto. Para 47%, Dilma sairá vitoriosa; 41% acreditam que Aécio ganhará; 12% não sabem ou não responderam.
Postagens mais antigas Início

Teste Teste Teste

Adicione aos Favoritos Adicione aos Favoritos

Teste Teste Teste Teste

Art. 6º - São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição. (Redação da E.C nº 64, de 2010)

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

DIREITOS RESERVADOS © Daniel de Jesus | 4 ANOS LEVANDO NOTICIAS.